+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A associação de agricultores e pecuários pede anular a taxa da creche rural

 

R. HABA DON BENITO
27/10/2019

A Associação de Agricultores e Pecuários de Don Benito e sua Região propôs à Câmara Municipal de Don Benito que anule a taxa de creche rural em todo o município.

O presidente da associação, Emilio Camacho, e um vocalismo do coletivo agrário, Luis Gutiérrez, mantiveram nesta semana uma reunião com o presidente da Câmara Municipal de Don Benito, José Luis Quintana, e o vereador de Agricultura, Ambiente, Parques e Jardins, Juan Antonio Merino, para abordar dito assunto.

De facto, a anulação desta taxa é uma medida que leva reivindicando a associação à Câmara Municipal desde há anos.

Na atualidade, não se aplica às entidades locais menores dependentes de Don Benito (Hernán Cortés, {Vivares}, Rocas, Valdehornillos, {Gargáligas} e O {Torviscal}), mas sim àquelas quintas do resto do município, gerando um agravo comparativo entre os agricultores da zona, segundo denunciam estes.

A equipa de governo socialista tem valorizado de maneira favorável a proposta de anulação e tem acordado transferir a petição/pedido ao plenário/pleno que se celebra amanhã para debatê-la.

A creche rural é um serviço que presta a Câmara Municipal de Don Benito destinado à vigilância e controlo da superfície rústica do município.

A câmara municipal tem desde há anos dotado a dito serviço com pessoal que percorre diariamente boa parte dos terrenos agrícolas. Ao mesmo tempo, o serviço de creche rural dispõe de meios materiais para o exercício de suas funções, para além de uma sede central.