+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

‘A Voz’ procura talentos da música de mais de 60 anos

Antena 3 estreia esta noite a versão sénior do popular concurso musical de {Atresmedia}

 

Os ‘{coaches}’ de A Voz Sénior, numa imagem promocional do concurso de Antena 3. - {ATRESMEDIA}

MANUEL DE LUNA epextremadura@elperiodico.com BARCELONA
08/05/2019

{Sting} (67 anos), {Bruce} {Springsteen} (69), {Iggy} Pop (72), {Mick} {Jagger} (75), Paul McCartney e {Raphael} (76), Bob Dylan e Paul Anka (77), {Tom} {Jones} (78 anos)...

Estes são algumas das grandes estrelas da música que seguem/continuam cantando pelos cenários de todo o mundo com bastante mais de 60 anos de idade. E se eles podem, ¿como não vão a poder/conseguir cumprir seu sono/sonho de triunfar artistas com a mesma idade?

Esta é a pergunta que se deveu fazer {Jon} de {Mol}, um génio dos formatos televisivos (é o pai de nada menos que Grande irmão), quem expressou está ideia em A Voz Sénior, nova volta de {tuerca} do conhecido {talent} {show} (também concebido por este brilhante holandês), que esta noite estreia em Espanha Antena 3 (22.40 horas), cadeia que comprou o {pack} completo (A Voz, A Voz Sénior e A Voz {Kids}) para fazer deste tripla {talent} {show} seu grande pilar de entretenimento para as próximas épocas.

Por enquanto, o regresso deste {show} após sua etapa em {Mediaset} foi muito bom mas não esmagador. Antena 3 estreou em Janeiro A Voz. Esta edição, que ganhou Andrés Martín, conseguiu uma melhor audiência média/meia superior (2.698.000 espectadores e um 18,8%) à última edição em Televisão 5 (2.229.000, e um 17,8%), mas longe, muito longe, daquela primeira edição de 2012 (5.191.000 e 33,9%). Eram outros tempos, e, sem dúvida, outra televisão.

Mas agora chega uma adaptação totalmente inédita em Espanha, e na qual a direção de {Atresmedia} tem ocasos todas suas esperanças de quebrar a {pana}, por dois razões principais: um {talent} {show} de maiores/ancianidade de 60 anos (algum pode chegar a os 80) é uma novidade, e a grande empatia que podem gerar estes iludidos veteranos entre a audiência espanhola, com as histórias pessoais que acompanham a sua voz. «Meu pai e meu marido não me deixaram nunca cantar, mas é o que queria», diz uma das participantes. Já se intuem muitas lágrimas.

ESTREIA A {ACIEGAS} / Mas o novo programa de {Atresmedia}, A Voz Sénior, que constará de oito gaulesas, não é uma estreia a cegas.

O formato chega após ter triunfado no seu país original, Holanda (30% de quota), Bélgica, Rússia, Alemanha, Tailândia, e já se prepara para entrar no Reino Unido, México e Lituania, com muito boas perspectivas. «Me comove ver que este programa está unindo a famílias inteiras de novo face ao televisor –disse De {Mol}–. É verdadeiramente um espetáculo familiar que atrai a todas as gerações. Isso é estranho no atual panorama audiovisual».

Efetivamente, o conceito/ponto televisão para toda a família (e portanto, com audiências massivas) é a grande vaza deste espetáculo num tempo que a ecrã parece impor-se como um prazer em solitário.

À margem da força que dá a presença –e seus {motivas} histórias pessoais– de roqueiros, cantoras de ópera, de flamenco, de pop… de mais de 60 anos, a estrutura de A Voz Sénior não varia em relação ao formato originalíssimo: as emotivas audições a cegas, os assaltos, os apaixonados {coaches} dos concorrentes, os não menos elétricos assessores dos {coaches}…, e Eva González, o grande contratação de Antena 3 para esta época, que deixou os fogões do {talent} gastronómico {Masterchef} para dar brilho e esplendor a esta aposta de entretenimento em suas três versões.

Onde sim há mudanças é nos {coaches}. Se mantêm de A Voz Antonio Orozco e {Paulina} Rubio, e se incorporam David Bisbal e Pablo López. Estes artistas serão assessorados por sua vez por Tomatito, David Bustamante, Antonio Carmona e José Mercé.

Embora a esperança de Antena 3 é que A Voz Sénior seja um {pelotazo} de audiência na televisão convencional (seu, por enquanto, negócio principal), também tem preparado uma grande cobertura nos novos meios.

Assim, o {show} terá conteúdo exclusivo nas redes sociais {Instagram}, Twitter e Facebook e canal oficial de {YouTube}.

Cabe {recordar} a experiência de faz uns meses de A Voz: se despediu com mais de 140 milhões de reproduções de vídeos em {YouTube} e em {Atresplayer} (a plataforma na internet de {Atresmedia}).