+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

«As plantas são se calhar mais inteligentes que nós»

 

«As plantas são se calhar mais inteligentes que nós» - {RICARD} {CUGAT}

MICHELE CATANZARO epextremadura@elperiodico.com BARCELONA
27/10/2019

Se se lhe pergunta ao botânico Francis Hallé ({Seine}-{Port}, França, 1938) como se interessou pelas plantas, responde: «¿Como não poderiam interessar-me?». A resposta resume a paixão pelo mundo vegetal deste professor emérito da Universidade de {Montpellier}. Hallé se fez famoso nos anos 90 por suas expedições em balão {aerostático} sobre/em relação a as selvas tropicais. Seu principal descobrimento é a arquitetura dos árvores. Cada espécie é uma combinação concreta/concretiza duns poucos traços: ramos verticais ou ramos horizontes, flores nos lados das ramos ou na ponta... Há milhares e milhares de combinações possíveis, mas todas os árvores conhecidas só/sozinho empregam 24 delas e ainda não se sabe porque é que. Hoy, o cavalo de batalha de Hallé é a inteligência vegetal. De isso falou em Barcelona, por ocasião dos 20 anos do Jardim Botânico.

--¿Como podem ser inteligentes as plantas, seres que não têm cérebro?

--Também não têm pulmões e no entanto respiram. Não têm olhos mas podem ver a luz. Não têm tubo digestivo mas se alimentam. Que a inteligência necessita de um cérebro é o que sai no dicionário. Mas ¿quem o tem escrito/documento? Um ser humano, que tem definido a inteligência a sua imagem e semelhança.

--¿Um exemplo de inteligência vegetal?

--Um floresta mediterrânea se pode queimar e no entanto os {cipreses} seguem/continuam verdes. Quando o fogo se aproxima a um {ciprés} e este alcança os 60 graus, o árvore expulsa até a atmosfera em forma de gás as substâncias inflamáveis que contém em seu organismo. Quando chega o fogo, não há nada que queimar. O mais interessante é que essas substâncias chegam com o vento até outros {cipreses} que estão longe. Quando os alcançam, estes fazem o mesmo, muito antes que se aproxime o fogo. A comunicação entre árvores é a primeira pedra da inteligência vegetal.

--Mas isso é uma curiosidade…

--Lhe darei outro exemplo. Há um experimento britânico com uma trepadora, a {pasiflora} jovem, posta ao lado de um pau. A planta tira um {zarcillo} para segurar-se do pau, mas antes de que o alcance os científicos/cientistas movem o pau cinco centímetros à direita. Nessa altura a planta tira outro {zarcillo} até a nova posição do pau. Antes de que o alcance, os científicos/cientistas voltam a mover o pau outros cinco centímetros à direita. Após repetirlo quatro vezes, a planta já tira o {zarcillo} orientado cinco centímetros mais à direita da posição do pau. Não sabemos como, mas tem capacidade de antecipar-se.

--Isto é, ¿as plantas são capazes de aprender?

--Não só/sozinho isso, se antecipam. Um colega japonês tem uma árvore perto de seu laboratório com um elétrodo baixo/sob/debaixo de a casca e outro entre as raízes, conetados com um ecrã, que mostra um sinal regular/orientar. Se a curva se volta muito irregular, significa que depois de um bocado terá um terramoto. As raízes de um árvore são uma grande antena subterrânea.

..¿É verdade que os árvores são tímidos?

--A timidez se refere ao fenómeno pelo que os árvores da mesma espécie estendem a não tocar-se. Cada árvore sabe se há um vizinho/morador e se pertence à mesma espécie. Se este é o caso, o crescimento de seus ramos e folhas se desenvolverá de tal maneira que não entrem em contacto com as do vizinho/morador. Não sabemos de que serve, que sentido evolutivo tem.

--¿Que é o mais inteligente que lhe tem visto fazer a uma planta?

--O mais inteligente é a descentralização. Viver como uma planta é difícil, todo o seu organismo é comestível, há um monte de herbívoros e não podem escapar. No ser humano há órgãos vitalistas/vitais. Isto seria perigoso para uma planta. A solução é descentralizá-lo tudo: em cada célula duma planta há tudo o necessário para criar a planta inteira. Se {pones} uma célula de planta num meio de cultivo, depois de uns meses aparecerá a planta inteira. Esta estratégia lhes dá às plantas uma enorme {resiliencia}.

--¿O da inteligência vegetal é uma metáfora?

--As plantas são inteligentes, se calhar mais que nós. Nós somos excelentes tecnicamente, mas {producimos} uma degradação do meio ambiente. As plantas melhoram seu meio ambiente. As raízes produzem tudo o necessário para sustentar uma fauna enorme e fertilizam o chão. Nós {llenamos} o chão de substâncias químicas e se volta um deserto.