+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

«{Torra} se passa a Ciudadanos» ou ‘{fake} {news}’

 

SATURNINO Acosta
24/10/2019

Desculpem o termo anglo-saxónico, em castelhano ‘{fake} {news}’ seria traduzido «notícias falsas», e em espanhol de Espanha, «uma {trola}». Tanto/golo se as conhecem por sua denominação inglesa como pela espanhola, as notícias falsas são tão abundantes hoje em dia que um já não sabe que acreditar/achar. As notícias falsas sempre têm existido, tudo temos de dizê-lo, desde o suposto {canibalismo} dos primeiros cristãos, até ao {manco} de {Lepanto}, Cervantes, que não era {manco}, até à última, a falsa morte de María Teresa Campos, todas têm uma intenção ou motivação, que variam desde a simples ludibria até ao fraude eleitoral ou o interesse/juro económico, e não se o acreditarão, mas existe até uma catalogação.

De menor a maior nos {encontramos} primeiro com a sátira, sem intenção de enganar. A conexão falsa, o titular e o conteúdo não têm nada a ver. O conteúdo enganoso, o que não é verdade é a informação, o contexto falso, o conteúdo impostor, o sujeito da notícia não é realmente o mesmo. O conteúdo manipulado, quando as imagens são falsas ou o conteúdo inventado, quando tudo é mentira.

Ponhamos uns exemplos e {díganme} que acham, verdadeiro ou falso. Os manifestantes pela sentença do ‘{procés}’ são pacíficos. A polícia usou uma violência desproporcionada contra os manifestantes. Os catalães querem a independência. {Acertó}. Meus exemplos não são notícias falsas, são declarações reais, mas com conteúdo falso, que convertidas em titulares de notícia produzem o mesmo efeito que pretendia a pessoa que as realizou, tentar enganar à população. O mais curioso destas ‘{fake} {news}’, tão na moda, é que se se fixam, a maioria dos nossos políticos levam bastante tempo utilizando-as nos seus discursos, em as suas mensagens e nas suas declarações e ninguém ainda tem tirado um manual para detetá-las como sim o há contra estas.

Em definitiva, hoje, dia da exumação de Franco, não se criam/acreditem tudo o que corra pelas redes. Que Franco hoje subiu aos céus, é uma ‘{fake} {news}’, somente estará um bocado, que Franco se levantou de seu derruba também é uma ‘{fake} {news}’, literalmente o têm tirado, no entanto que Franco tem ressuscitado, foi ‘{fake} {news}’ em seu dia, hoje não o é tanto/golo, o atual Governo de Pedro Sánchez já se tem encarregado de ressuscitar ao morto. Na sexta-feira seguro que Mourinho treinará ao R. Madrid, no sábado que Messi ficha pelo Cádiz e no domingo que as pensões {peligran}, e na segunda-feira que alguém as tem salvo, assim até ao 10-N.

*Professor.