+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Partidos a todas horas

 

Manuel A. Rincón
15/04/2019

A grande notícia no passado 31 de Março era que com o Rayo-Betis se estreava um horário de futebol. Esse domingo jogaram às duas da tarde, horário que me parece perfeito. Faz 50 anos uns dirigentes nos lançavam a tremendos protestos o 30 de Abril porque Franco punha um jogo/partido esse dia para que não pudéssemos pensar no Primeiro de Maio. Quando esses dirigentes chegaram ao poder/conseguir, têm posto futebol todos os dias da semana, todos, mas ainda ficava um resquício. ¿E se as pessoas se põe a pensar, a comentar a situação económica e política quando estejam na comida/almoço de domingo? {Solucionémoslo} imediatamente: jogo/partido também a essa hora. ¡Foi um medida certa! Me tenho acordado do tema porque ontem faltou meu colega Daniel, que é o melhor informado da empresa, o que está mais pendente desse {mundillo}, foco de cultura e de melhoria do linguagem. Enquanto voltou, fui a perguntar-lhe: «¿Daniel, que te passou ontem?» Ao que me respondeu: «Nada grave: meu pai tinha dores em seu joelho direito». Vá, pois menos mal: por um momento me {temí} que os tivesse na minha.

POLÍTICA

{Vox}: inquietante generalato

Miguel Fernández-Palacios

Madrid

Vox lleva cuatro generales en sus listas. É legítimo mas, como signatários que são de um manifesto em defesa do honra do ditador Franco, seu ideário me resulta perturbador. Me {pregunto} que honra pode ter quem deu um golpe de estado contra um governo democrático; quem foi responsável da morte de centenas de milhares de pessoas de ambos bandos; quem por meio do terror silenciou qualquer tipo de dissidência; quem depois da guerra prolongou 36 anos a repressão; quem anulou às mulheres e quem só/sozinho conseguiu paz {cementerial}. ¿{Aspiramos} a um parlamento com militares {añorantes} de um passado {involucionista}? ¿Que passaria na Alemanha se alguém tivesse assinado uma declaração similar? Estes soldados danificam a imagem de um exército moderno. A eles se unem toureiros. Seguro que em breve contratarão bispos reacionários para ter o pacote completo da ressurreição da Espanha retrógrada do branco e negro.

PSICOLOGIA

Canta e {estarás} bem

{Gemma} Morais

Barcelona

Si bem é muito comum ir ao ginásio, fazer yoga ou dançar para manter-nos em forma e sentir-nos bem, não são muitos os que vão a sessões de canto com um fim similar. Ao sumo, {cantamos} na duche e ponto. Nos {conformamos} com ouvir aos que possuem de forma inata o dom e, escudando'ns nos típicos preconceitos, «canto fatal» ou «me dá vergonha, {desafino} muito», não {practicamos} uma das atividades mais ancestrais e aprazíveis do ser humano.

Lembrança que meus pais me levaram a jantar a uma taberna asturiana. O ambiente era muito alegre e as pessoas entoava espontaneamente o Asturias, pátria cara. Nos {unimos} ao grupo e eu {disfruté} muito cantando durante várias horas. Outras vivências similares da infância me levaram, na madurez, a procurar no trabalho com a voz uma ferramenta mais para meu bem-estar. {Encontré} na internet umas classes de canto individual com um terapeuta especializado. Desde o primeiro dia, {noté} os efeitos: uma grande abertura no peito e a vibração de minha voz percorrendo tudo o corpo. Após esse primeiro contacto, tenho continuado meu trabalho e, para meu espanto, sou capaz de alcançar notas muito elevadas, quase de soprano. Experimento euforia e, ao mesmo tempo, descontração. Não me importa se {desafino} ou se ainda não {domino} nenhuma canção.

Quero animar a quem leia estas linhas a não deixar-se levar por vãos preconceitos e, se assim o sente, que se lanço a experimentar com os sons musicais que saem de sua garganta. Sentirá mais plenitude e felicidade em sua vida, já que não faz falta saber cantar para usufruir de isso. O posso garantir.