+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

El caso de Madeleine McCann

 

FRANCISCO Rodríguez Criado
08/05/2019

El caso Madeleine McCann tornou-se em paradigma da especulação ou, o que é o mesmo, do nada. Certamente esta seja a desaparição mais mediática e custosa de todos os tempos, e no entanto continuamos órfãos de dados concludentes. Temos toneladas de notícias, conjeturas, hipótese, livros e inclusivamente documentários, por não falar de montanhas de jornais (alguns sérios, outros sensacionalistas) que têm coberto o drama desde que a pequena Madeleine desapareceu num {resort} de {Praia} dá Luz, no Algarve português, o 3 de Maio de 2007.

Passaram doze anos e o único que sabemos a ciência certa é que não sabemos nada. Os amantes das conspirações não estarão de acordo comigo, mas são tantas as possibilidades (todas sem confirmar), que possivelmente nenhum deles estaria disposto a pôr a mão no fogo por defender sua teoria preferida.

El documentário de {Netflix} A desaparição de Madeleine McCann narra em oito episódios o périplo mediático e judicial (inexoravelmente ensamblados) pelo que passaram os pais desde que deixaram à pequena Madeleine com seus dois irmãos gémeos numa quarto enquanto eles iam a jantar a um restaurante próximo. Oito capítulos que {absorbí} compulsivamente, intrigado e {abducido} pela qualidade do produto, que no fim, apesar de tudo, não {despejó} nenhuma de minhas dúvidas.

A imprensa voltou à ação tirando à luz a figura de um suspeito alemão que já foi descartado na altura própria pela polícia, um pedófilo que encaixa com o perfil da pessoa que poderia ter raptado à menina. A informação que tenho lido é tão vácua, seu conteúdo é tão precário, que se antoja a simples vista como um grosseira tentativa de seguir/continuar vendendo jornais à custa de um caso que não tem quem escreva seu final.

Paradoxalmente, quanto mais nos {informamos} sobre/em relação a este caso, mais desinformados estamos.

* Escritor