+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A câmara municipal põe em venda um local de O Fórum para que se destine a cinema

Sai a licitação por 245.293 euros e se poderá oferecer até ao próximo 31 de Outubro. O bem só/sozinho poderá ter uso de cinema durante pelo menos os cinco primeiros anos

 

CARMEN HIDALGO merida@extremadura.elperiodico.com MÉRIDA
11/10/2019

Garantir a continuidade dos cinemas na cidade. Com este objetivo, a Câmara Municipal tem tirado a leilão público a alienação de um local situado no centro comercial O Fórum, concretamente, na zona cave onde se localizam atualmente as instalações de Cinemas Vitória. Segundo se recolhe/expressa no perfil do contratante alojado na web municipal, o orçamento de licitação é de 245.293,74 euros, uma quantidade/quantia fixada após uma avaliação dos serviços técnicos municipais. Por seu lado, os interessados poderão apresentar as suas ofertas até ao próximo 31 de Outubro.

A porta-voz do governo municipal, Carmen Yáñez, explica a este diário/jornal que o adjudicatário estará obrigado a destinar o bem a uso próprio de cinema, durante pelo menos os cinco primeiros anos do contrato, e não terá a possibilidade de vendê-lo ou alugarlo a um terceiro. Cabe destacar que este bem patrimonial da Câmara Municipal conta com uma superfície de 675,69 metros quadrados e que só/sozinho se pode aceder a este através das dependências de Cinemas Vitória. «O local está rodeado pelos cinemas por toda a parte, isto é, não tem acesso ao exterior nem ao interior da zona comercial de O Fórum», aponta Yáñez.

Este bem se cedeu à Câmara Municipal quando se fez a obra do centro comercial e é o único local que tem hoje no recinto. Até à data, a Câmara Municipal o tem tido em regime de arrendamento e agora se lhe quer dar uma saída definitiva. «Com esta alienação nos {garantizamos} que o investimento que se faça seja para cinemas e assim poder/conseguir seguir/continuar tendo salas de cinema na cidade», sublinha a delegada.

Sobre/em relação a este assunto, cabe {recordar} que Mérida esteve sem cinemas em O Fórum umas três semanas, que foi o tempo que passou desde que {Cinesa} deixou de projetar nas salas, após não chegar a um acordo com Acciona, até que Cinemas Vitória tomou a testemunha.

Quanto ao procedimento de leilão, o folha assinala que as ofertas económicas deverão de realizar-se em alta, sem que possam ser inferiores a este montante base. Para a avaliação das proposições e a determinação da oferta economicamente mais vantajosa se atenderá a um só/sozinho critério de adjudicação, que deverá ser o do melhor preço.