+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A região terá prioridade para a chegada de novos comboios

{Renfe} aprova a licitação de compra de até 105 unidades em média distância. Extremadura e outras zonas de especial atenção terão preferência para eles

 

Comboios de {Renfe} situados numa estação. - EFE/JOSÉ LUIS CEREIJIDO&{lt};{br}/&{gt};

REDACCIÓN epextremadura@elperiodico.com CÁCERES
08/05/2019

O conselho de administração de {Renfe} aprovou ontem a licitação de compra de até 105 comboios em média distância (43 em firme/assine e 62 opcionais) e, segundo a operadora, se priorizará sua posta em funcionamento em zonas de especial atenção como Extremadura e {Teruel}. A licitação de compra destes comboios, destinados aos serviços dentro do contrato de Obrigações de Serviço Público ({OSP}), conta com um montante de 750,878 milhões de euros.

Não obstante, a licitação ascende a um total de 1.322,4 milhões de euros incluindo a aquisição de peças de parque, a manutenção integral de parte dos comboios adquiridos durante 15 anos, o {utillaje} e o armazém inicial necessários para isso, bem como opções adicionais de fornecimento e manutenção.

Segundo assinalou a operadora, a previsão é começar a receber/acolher as primeiras unidades a partir dos 42 meses desde o envio da carta de adjudicação. Os comboios a adquirir serão elétricos e híbridos, e estes últimos disporão de um carro gerador para a tração em vias não eletrificadas. Além disso, a manutenção integral de 21 comboios durante 15 anos se realizará através de uma sociedade mista com {Renfe} Fabrico e Manutenção.

RENOVAR O PARQUE / Esta licitação tem como objetivo renovar o parque de material rolante já que, segundo {Renfe}, quase o 50% do parque atual alcançou o final de sua vida útil ou fá-lo-á nos anos de vigência do contrato. Os comboios poderão circular até 200 {km}/hora baixo/sob/debaixo de {catenaria} e até 160 {km}/hora em linhas sem eletrificar e disporão de 3 a 5 carros de viajantes.

Além disso, estarão adaptados aos mudanças na infraestrutura que se estão abordando no conjunto/clube da rede, substituindo comboios diesel por elétricos ou híbridos.

De facto, estes últimos permitirão cobrir os períodos transitórios até que as linhas estejam eletrificadas, bem como circular por troços eletrificados e não eletrificados. Além disso, os novos comboios de Média/meia Distância terão {wifi} para os viajantes, acesso para pessoas com mobilidade reduzida ou áreas para bicicletas e carrinhos de compras infantis.