+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Creex alerta dos efeitos «{indeseados}» de reduzir {peonadas}

 

REDACCIÓN BADAJOZ
11/10/2019

A Confederação Empresarial Extremenha (Creex) tem alertado dos efeitos «{indeseados}» que poderia gerar reduzir o número de {peonadas} necessárias para aceder ao subsídio agrário, como pode ser «a {desincentivación} na busca de trabalho».

O secretário-geral da Creex, Javier Peinado, afirma que desde o ponto de vista social se está de acordo em que «se devem facilitar ajudas e subsídios quando seja necessário, porque assim o demande a situação de determinadas pessoas ou coletivos», mas «deve ser uma medida muito meditada e calibrada».

Tudo isso, precisa, «para não provocar efeitos prejudiciais sobre/em relação a a atividade económica e o emprego, como pode ser a {desincentivación} na busca de trabalho», segundo recolhe/expressa num comunicado.

Peinado indica que a redução do número de {peonadas} é uma medida que se deveria tomar «após uma análise rigoroso» da situação, quando «por alguma circunstância se vê que há pessoas que não podem cumprir com o mínimo marcado numa determinada zona, ao ter-se dado umas circunstâncias muito especiais». E insinua que este tipo de atuações «a médio prazo podem ter um impacto negativo muito maior do qual se pretendia evitar».