+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A {Airef} dá a razão à Junta na «prudência» de suas previsões

Está previsto crescer um 2,1% no 2020, mais que a média nacional

 

EUROPA PRESS MÉRIDA
24/10/2019

A vicepresidenta primeira e conselheira de Finanças e Administração Pública, Pilar Blanco-Morales, destacou que a {Airef} no seu relatório facto/feito público este passado terça-feira deu a «razão» à Junta de Extremadura na «prudência» com que está «trabalhando» em suas previsões.

Sobre/em relação a a avaliação realizada pela {Airef} do cenário macroeconómico previsto pela Junta, acrescentou que nessa linha continuará «avançando» o Executivo regional «para cumprir com os objetivos de estabilidade sem recortar, sem fazer que essa carga/carrega recaia sobre/em relação a os cidadãos».

Também, sobre/em relação a o crescimento do 2,1% previsto por Extremadura para o ano que vem ao que alude a {Airef} no seu relatório, acima do crescimento nacional, Pilar Blanco-Morales disse aos meios que «são uns dados elaborados com metodologia que a {Airef} considera que é a correta», e destacou que dito organismo tenha reconhecido que a previsão é «admissível».

Por outro lado, Blanco-Morales tem incidido também em que a redução do pagamento a fornecedores por parte da Extremadura se enquadra dentro do cumprimento das normas e princípios de estabilidade.