+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

362 milhões para a obra civil

 

09/05/2019

A licitação pública de obra civil ascendeu a 362 milhões de euros em 2018, o que supõe um aumento do 73% em relação ao ano anterior (a nível nacional subiu um 34%), segundo dados facilitados ontem pela patronal da construção, {Seopan}.

Desses 362 milhões de euros, 54 correspondem à Administração Geral do Estado, cuja investimento se reduziu um 51% em relação a 2017, quando investiu 110 milhões. A licitação pública de obra civil da Junta foi de 46 milhões de euros o ano passado, uma descida do 58% relativamente a 2017, ano em que investiu 112 milhões; e a das administrações locais, de 99 milhões, um 116% mais em relação a 2017 (46 milhões).

Quanto à licitação pública de edificação, foi de 121 milhões de euros em 2018 (com uma subida de um 80% em relação ao ano anterior), dos que 62 milhões correspondem a obra nova (que cresce um 118%), segundo o relatório/informe anual de {Seopan}.

Dentro de obra nova, 17 milhões foram para infraestruturas desportivas (+316%), 10 milhões para as de saúde (+178%), nove para as de educação (-7%), oito para prédios administrativos (+28%), seis para prédios industriais (+256%), cinco para habitação (+165 %) e três milhões para terminais de transporte face aos zero destinados em 2017.

Em relação à licitação pública em edificação dedicada a reabilitação ascendeu a 60 milhões de euros, um 52% mais; deles 19 milhões foram para infraestruturas de educação, 11 para as de saúde, cinco para as desportivas, nove em prédios administrações, três em industriais e um milhão em habitação.

Por outro lado, a contratação pública anual média/meia da Extremadura em 2015/2018 (excluindo a do Estado e das administrações locais) ascende a algo mais de 47,2 milhões de euros, o que supõe o 0,26% do Produto Interno Bruto (PIB) regional. Extremadura é a décima comunidade quanto a contratação pública anual em média, embora se se compara seu esforço investidor em relação ao PIB, ocupa a terceira posição.