+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O V Enduro reunirá um total de 150 participantes no próximo domingo

Para além da prova levar-se-ão a cabo, no sábado, ações formativas

 

Membros da Associação Ciclista Francisco Pizarro que participarão no {Enduro} deste domingo. - A. D. C. FRANCISCO PIZARRO

YOLANDA JIMÉNEZ BENITO prov-caceres@extremadura.elperiodico.com TRUJILLO
24/01/2020

A Asociação Ciclista Francisco Pizarro, junto a ‘CSR a dois rodas’ levarão a cabo no próximo domingo a V edição do Enduro Trujillo, uma dos eventos mais destacados do coletivo por desenvolver-se em zonas urbanas como a parte antiga e o centro.

Miguel Pino, presidente da associação comenta que, como noutras ocasiões, a prova percorrerá diferentes localizações da cidade. Nomeadamente, está composta por cinco troços de descida/desmpromoção, dois deles urbanos. «Neste caso a saída terá lugar desde/a partir de o interior do castelo e os corredores descerão desde/a partir de esta localização até ao Passeio Ruíz de Mendoza, que servirá como eixo central da prova», comenta.

Os outros três levar-se-ão a cabo por zonas limítrofes, como as traseiras do castelo, passando pela Coria e chegando até Huertas da Madalena.

Igualmente, a entidade explica que a corrida/curso cronometrada dará começo às dez da manhã, momento no qual os corredores {iran} saindo um por um. Posteriormente, às onze, aproximadamente, se iniciará o a parte centrada no troço urbano, que voltará a repetir-se às 12.30. «Se calcula que os corredores realizem este percurso/percorrido nuns 45 minutos», explica Pino.

Quanto aos índices de participação, a organização da atividade encontra-se «muito satisfeita», já que, «mesmo se têm tido que fechar as inscrições antes do dia da prova, devido à grande procura e ao interesse/juro que tem suscitado», explica a organização.

Obrigada/obrigado, se têm inscrito 150 pessoas, 120 adultos e 30 menores de entre 8 e 14 anos, para os que, segundo a associação, «trata-se de um {circuíto} bastante exigente, mas também muito demandado», por isso decidiram potenciar a categoria iniciação nesta modalidade adaptando-la a estas idades.

Por outro lado e dada a extensão com a que conta o percurso/percorrido da prova, a associação, desde há já vários dias, esta pedindo apoio e compreensão à cidadania por meio de seus redes sociais com o fim de que a iniciativa se desenvolva com normalidade. Para isso, também conta com a colaboração da Policia Municipal, Cruz Roja e o pelouro de desportos. «Trabalharão connosco um total de 150 voluntários repartidos por tudo o percurso/percorrido para manter a todo o momento a segurança», afirmam.

Uma das novidades desta edição estará centrada na formação tanto/golo para os corredores como para o público em geral. Assim, no sábado se levar a cabo uma rota guiada para ensinar os passos mais técnicos para iniciar/dar início's nesta modalidade e um oficina dado por Carla Rodriguez, psicóloga desportiva sobre/em relação a a competição positiva no pavilhão polidesportivo, da mão das raparigas de ‘I {am} {rider}’ e ‘Solta os travões’.