+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Semana do Privilégio Histórico chega com numerosas atividades

Terá gastronomia, caminhada, música e entrega de prémios

 

Um momento da recriação da concessão do Privilégio Histórico. - CEDIDA

ALEX DE MATÍAS CASAR DE CÁCERES
15/02/2020

Desde/a partir de começos da conquista, Casar tentou conseguir a independência devido aos {adehesamientos} dos cavalheiros de Cáceres que possuíam {particiones} de terras nas proximidades do Casar. Foi com {Sancho} IV de Castela, {apodado} o ‘Bravo’ e rei de Castela entre 1284 e 1295. Um grupo de pecuários e lavradores lhe realizaram uma petição/pedido: necessitavam de suas próprias terras para trabalhar e assim poder/conseguir manter seus lares, face aos abusos dos poderosos.

Assim nasceu Casar de Cáceres, o 18 de Fevereiro de 1291. {Sancho} dá concedeu ao Casar, aldeia de Cáceres, o privilégio de «que ninguém pudesse {adehesar} em média/meia légua de terreno à volta de dito povo/vila». Foi a «independência» de Casar de Cáceres.

Assim, por sétimo ano, os vizinhos/moradores celebrarão este facto/feito histórico. Tudo começou ontem com um concurso gastronómico de tapas e a entrega dos prémios do desporto local. Para hoy está prevista a rota da tampa/petisco, a entrega de prémios do certame fotográfico ‘Torta del Casar’ e a recriação histórica popular do privilégio histórico, às 20.30 horas na praça/vaga do Câmara Municipal.

Amanhã terá rota senda e mercado histórico-gastronómico com atuação de Tejo Rock e exibição de tiro com arco. Na segunda-feira se levar a cabo uma conversa colóquio ‘A fala na Extremadura’ e na terça-feira uma conferência de Álvaro Vázquez, ambas na Casa da Cultura.