+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Detidas três pessoas por 18 roubos em explorações agrícolas

Furtavam baterias de alimentação elétrica e combustível de grupos de rega

 

Um agente da Guardia Civil, durante o operacional/operativo para a detenção dos alegados autores dos delitos. - GUARDA CIVIL

ALEX DE MATÍAS prov-caceres@extremadura.elperiodico.com MIAJADAS
23/10/2019

Agentes da Guardia Civil, que pertencem ao plantel/elenco ROCHA de Trujillo, deteve a três pessoas, vizinhos/moradores de Miajadas, como alegados autores de 18 roubos cometidos em explorações agrícolas do concelho da localidade. Além disso, investiga ao titular duma sucata, como suposto autor de um delito de {receptación} de objetos roubados.

Os factos/feitos investigados aconteceram no passado mês de Julho em várias quintas donde, principalmente, furtavam baterias de alimentação elétrica e combustível dos grupos de rega com os que os agricultores abastecem de água a suas colheitas, com o prejuízo que isto lhes causava. Se iniciaram as investigações, baixo/sob/debaixo de o operacional/operativo para lutar contra as subtrações em explotações de gado e agrícolas, e deram como resultado a identificação de três pessoas como os supostos autores dos roubos.

Os agentes realizaram também numerosas diligências, visitas a sucatas e inspeções oculares para determinar os factos/feitos acontecidos. Assim, se identificou a dois homens e uma mulher, vizinhos/moradores de Miajadas, como supostos autores de, pelo menos, 18 dos roubos que vinham sendo investigados. Um homem e uma mulher foram postos a disposição do Juzgado de Primera Instancia de Trujillo, enquanto o outro homem não pôde ser detido ao encontrar-se em prisão, cumprindo condena por outros delitos.