+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Um ato recorda a Francisca Cadenas ao cumprir-se dois anos de sua desaparição

A família convoca uma concentração para hoje, às 20.45 horas

 

Francisca Cadenas, {desparecida} o 9 de Maio de 2017 em Hornachos. - EL PERIÓDICO

EFE HORNACHOS
09/05/2019

A família de Francisca Cadenas convocou uma concentração para hoje em Hornachos ao cumprir-se o segundo aniversário da desaparição desta vizinha de 59 anos, à que se perdeu a pista a escassos metros de seu casa o 9 de Maio de 2017. Após sua desaparição seus familiares e vizinhos/moradores têm realizado batidas periódicas em sua busca, mas nem estas e também não o trabalho dos investigadores têm atirado até à data pistas que ajudem a esclarecer o caso, que continua baixo/sob/debaixo de secreto de sumário.

A concentração terá lugar às 20.45 horas desta tarde no Auditório Municipal de Hornachos, no qual a família de Francisca Cadenas lerá um manifesto. No ato também intervirão familiares de Manuela Chavero, desaparecida em 2016 em Monesterio e se apresentará o livro {Lucharé} por encontrar-te, Crónica sentimental da desaparição de Francisca Cadenas, escrito/documento por Jaime Covarsí.

A família e os vizinhos/moradores não têm cessado nestes 24 meses em sua procura de que intervenha na investigação a {UCO} da Guardia Civil, segundo explica a Fundação Europeia das Pessoas Desaparecidas ({QSD} Global). Durante este tempo, o marido de Francisca Cadenas, Diego Meneses, e seus três filhos, Diego, Javier e José Antonio, mantêm uma «atividade incessante para reclamar a continuidade de sua busca», para o que convocam «a toda a cidadania de bem».