+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Promedio depurou quase 25 milhões de metros cúbicos de água residual

Se reduziu um 8% devido a que desceram as precipitações em relação ao 2017. Foram eliminadas dos rios 204 toneladas de resíduos urbanos

 

Estação depuradora de Quinta de {Torrehermosa}. - ASSEMBLEIA PROVINCIAL DE {BADJAOZ} / SANTI RODRÍGUEZ

REDACCIÓN prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com BADAJOZ
17/03/2019

El Consorcio de {Gestión} de {Servicios} {Medioambientales} de la {Diputación} {Provincial} de Badajoz (Promedio) tem gerido o tratamento e a depuração de 24,8 milhões de metros cúbicos de água residual em 2018, um 8% menos em relação ao exercício anterior pela redução das precipitações. Promedio gere 56 estações depuradoras de águas residuais ({Edar}), que dão serviço a 61 localidades e 223.000 habitantes, mais de 30% da população da província.

El volume de água depurada inclui tanto/golo o consumo dos lares como as {escorrentías} e toda a que alcança as redes de saneamento através do esgoto, pelo que tratam-se diariamente uma média/meia de 305 litros por cada um dos habitantes dos municípios aderidos. A redução no volume de água depurada (em 2017 se alcançaram 27 milhões de milhões de metros cúbicos) se justifica pela diminuição das precipitações. Neste sentido, o volume de chuva altera o caudal tratado já que aumenta mais quando essa precipitação realiza-se ao longo/comprido de períodos longos/compridos e continuados de precipitações que quando são em forma de trovoadas ou cargas de água, pois à planta somente entra o caudal máximo que pode tratar e o resto vai aos {aliviaderos}.

Com esses 24,8 milhões de metros cúbicos depurados se poderia encher por completa um albufeira como o de Forno {Tejero}, situado entre {Cordobilla} de {Lácara}, Carmonita e La Nava de Santiago, que abastece de água a estas três povoações do {noroeste} da província.

Em função do cumprimento da regulamento, foram eliminados da água devolvida a rios e ribeiros da província um total de 204 toneladas de lixo assimilável a resíduos urbanos e 12.411 toneladas de material orgânico ou {fango}.

Além disso, se retiraram das águas cinzentos urbanas 280 toneladas de areias e 7.819 quilos de gorduras geradas pelos restos de comida/almoço dos lares.