+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Elvas apresenta o melhor da cozinha tradicional portuguesa ao vivo

Participaram cozinheiros locais e da {pousada} Santa {Luzia}, de Elvas . Los próximos encontros serão com {Santoña}, esta segunda-feira, e com {Barbate}, o dia 2

 

Inauguração da jornada de intercâmbio gastronómico. - R. MOLINA

RAFAEL MOLIONA prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com BADAJOZ
23/11/2019

En o quadro do programa Monesterio Cidade Gastronómica Extremenha 2.019, se celebrou a primeira, das três jornadas de intercâmbio gastronómico profissional, que fazem parte das atividades de encerramento/encerra da programação que se desenvolvendo ao longo/comprido de todo o ano. A atividade, que se celebrou no Pavilhão de Vidros, contou com a presença do deputado provincial Lorenzo Molina, o presidente da Câmara Municipal de Monesterio, Antonio Garrote, e os cozinheiros Antonio Parra Atienza, do restaurante O {Rinconcillo}, e Vicente Paraiso Grenho, da {pousada} Santa {Luzia}, de Elvas.

Diante da presença de profissionais, presidentes da câmara municipal e vereadores da região, Molina destacou «o trabalho» da Câmara Municipal para converter à localidade em «referente gastronómico do sul da província de Badajoz». Sublinhou que a autoestrada A-66, cuja construção «parecia um inconveniente, tornou-se numa grande vantagem», pois tem posto {Sevilla} a 45 minutos de Monesterio. Outra vantagem, expressou, é «o modelo económico» baseado «na gastronomia de qualidade».

Este «puxão», sustentou, «se nota em toda a região de {Tentudía}», com o que isso supõe para «manter a população em todos nosso municípios».

Garrote pôs em valor «o trabalho dos empresários hoteleiros, que por vez primeira trabalham num projeto conjunto/clube», e incidiu em que Monesterio não é somente presunto, pois estas jornadas põem de relevo a cozinha do montado.

O programa se iniciou com uma projeção sobre/em relação a Elvas, seguida/continuada duma mesa redonda e de cozinha ao vivo. Los cozinheiros Vicente Paraíso, María Alice e Joao Filipe elaboraram pratos típicos lusos: caldo verde, {bacalhau} {dourado} e miolos {alentejanas}. A jornada concluiu com um oficina enológico com maridagem de vinhos de ambos lados da raia e a degustação, por parte dos assistentes dos pratos elaborados ao vivo.

Los próximos intercâmbios serão o dia 25 de Novembro com {Santoña} (Cantabria) e o 2 de Dezembro com {Barbate} (Cádiz).