+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

El clube de leitura celebra um encontro com o escritor extremenho Miguel Murillo

Los assistentes debatem sobre/em relação a sua obra ‘El Ángel da luz’

 

Miguel Murillo com leitores durante o encontro, em Monesterio. - EL PERIÓDICO

RAFAEL MOLINA MONESTERIO
11/10/2019

A biblioteca Cervantes, através de seu clube de leitura, organizou um encontro com o autor extremenho Miguel Murillo, no quadro do projeto El teatro como género, que auspicia a Conselheria de Cultura e Igualdade. No encontro, celebrado numa das salas de leitura da biblioteca, os membros do clube puderam indagar na interessante e prolífica obra do escritor, através de uma leitura dramatizada, de seu texto El anjo da luz.

Miguel Murillo contou que esta obra é fruto duma curiosidade acontecida na localidade portuguesa de {Campomaior}. Ali, numa taberna, um ancião lhe contou a história de Manuel de Luz, um rapaz surdo, protagonista desta peça teatral, que fala da Guerra Civil espanhola, a guerra de África, de 25 de Abril português e «do silêncio, dos pobres de solenidade, que vivem sem esperança alguma, mas esperando».

El encontro, explica a responsável da biblioteca, Pilar Alcantarilla, serviu para «dar-nos conta de seus largos conhecimentos», esses que lhes fez chegar de maneira muito amena, dada sua vocação docente. Fruto desta cita/marcação/encontro, Miguel Murillo Gómez, por sua vez diretor do teatro López de Ayala de Badajoz, convidou aos membros do clube a uma representação, inicialmente prevista para o 27 de Outubro, com o objetivo de presenciar a obra teatral Pedro de Valdivia, a gesta incompleta, de Francisco Sánchez.