+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

As Jornadas Micológicas reúnem divulgação, recreio e gastronomia

O encontro celebrar-se-á de 13 a 17 de Novembro, para todas as idades. Os cozinheiros Antonio Parra e Javier Lancharro participam com uma conferência

 

Apresentação das Jornadas {Micológicas} na assembleia provincial. - ASSEMBLEIA PROVINCIAL/S. RODRÍGUEZ

RAFAEL MOLINA prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com MONESTERIO
07/11/2019

La deputada provincial Cristina Valadés e o presidente da Câmara Municipal de Monesterio, Antonio Garrote, apresentaram hoje as XIV Jornadas Micológicas que se celebrarão de 13 a 17 de Novembro, com um grande programa no qual se implica muito aos mais pequenos e os seus pais e mães. Assim, os alunos de quinto curso da escola O Plano e a Ampa receberão conversas e sairão a colher cogumelos ao campo com a Associação {Micológica} local Pé Azul.

O presidente da associação, Manuel Nogués, explicou que a região de Tentudía tem uma grande variedade de cogumelos, embora a colheita deste ano é menor pela seca. Pé Azul tem organizado para no sábado dia 16 uma recolhida de cogumelos e classificação e exposição in situ na rua Templários, tal como se fará no domingo 17 de Novembro.

La restauração tem um protagonismo especial também nas jornadas, com uma conferência a cargo dos cozinheiros Antonio Parra e Javier Lancharro e degustação de cozinha micológica produtos ibéricos com maridagem com vinhos extremenhos.

boa localização / Lancharro destacou a boa localização geográfica de Monesterio «que é muito mais que presunto e cuja despensa é a melhor do mundo».

La vertente solidária será a degustação de produtos extremenhos cuja arrecadação será para um menino de Monesterio que precissa dinheiro para um tratamento médico.

O presidente da Câmara Municipal Antonio Garrote afirmou rotundo que o meio rural não está vazio mas cheio de iniciativas nas que colaboram instituições públicas, associações e empresariado. «Monesterio conta com multidão de atividades lúdicas, recriativas, económicas e gastronómicas», acrescentou.

Cristina Valadés destacou o objetivo destas jornadas de divulgar conhecimentos micológicos entre a população e os visitantes «e sua utilização em nossa gastronomia é essencial já que a micología é fonte de riqueza natural e atrativo turístico».