+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

55 lares de maiores/ancianidade dispõem de detetores de fumos gratuitos

Se não são suficientes, a Câmara Municipal adquirirá os necessários

 

Instalação de um detetor de fumos numa casa de Monesterio. - RAFA MOLINA

RAFA MOLINA MONESTERIO
17/03/2019

Desde nesta semana, 55 lares de pessoas maiores/ancianidade residentes em Monesterio contam com detetores de fumo gratuitos, através de um programa promovido pela Diputación de Badajoz, destinado a proteger às pessoas mais vulneráveis, através de este dispositivo, que lança um sinal acústica, com a que avisar ao usuário -ou mesmo aos vizinhos/moradores- da possível presença dalgum tipo de incêndio.

A distribuição, explicou o presidente da Câmara Municipal, Antonio Garrote, se tem realizado através dos relatórios elaborados através do Serviço Social de Base, após o convénio subscrito entre a Câmara Municipal e a instituição provincial. Este serviço, sem custo algum para o usuário, está destinado a coletivos vulneráveis, especialmente pessoas maiores/ancianidade que vivem ou passam a maior parte do dia sós em seu domicílio.

A assembleia provincial explica que o 95% das vítimas que provocam os incêndios falecem pela inalação de fumo e com este dispositivo eletrónico -cujo única manutenção é a mudança de pilhas cada ano--, se aumenta a segurança das pessoas maiores/ancianidade.

A distribuição por municípios se tem realizado em função do número de habitantes, mesmo assim, o presidente da Câmara Municipal manifesta que se os serviços sociais detetem um maior número de usuários a Câmara Municipal financiará com “fundos próprios a compra dos detetores necessários.