+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Xavi Rey, preparado para estriar-se com o Palma na campo/pista do Cáceres

O pívot internacional, iludido na sua equipa

 

Xavi Rey, durante sua apresentação de ontem. - @{BTTBMALLORCA}

REDACCIÓN CÁCERES
24/10/2019

Luxo e ameaça no Multiusos. Um medalheiro com Espanha no {Eurobasket} de 2013, que acaba de sair de um plantel/elenco da Euroliga, jogará amanhã perante o Cáceres Património da Humanidade. O pívot Xavi Rey, de 2,10 e 32 anos, debutará no B The Travel Brand Mallorca-Palma. Não faz tanto/golo era dos melhores jogadores espanhóis em sua posição. Ontem foi apresentado na ilha procedente do Armani Milano.

Rey chegou na terça-feira passada e já se treina com intensidade tentando acoplar-se aos seus companheiros com vistas a ser um dor de cabeça mais para o conjunto/clube de Roberto Blanco, especialmente de {Arkeem} Joseph e Jorge Bilbao. Tudo faz indicar que estará disponível para {Félix} Alonso.

Os elogios lhe têm chovido já e ainda não tem debutado. «Nos dará sua experiência e seu saber estar na pista, esteve em oito equipas da {ACB} dentro e fora de Espanha, estou convicto de que somará ao plantel/elenco. Oxalá seja o que nos está faltando para recuperar a estabilidade que não temos tido no início da época», indicou o presidente do clube das ilhas Baleares, Guillermo Boscana. «Nos perguntaram como {fichamos} a um jogador se o pessoal já estava fechada. A evidencia mais clara é que as lesões não nos estão respondendo como nos gostaria e temos a baixa de {Matt} {Stainbrook} e a de Joan Tomàs, com o que o pessoal ficava um pouco/bocado justa», acrescentou.

Segundo contou Rey, sua eleição para ir à LEB Oro se deve a que «me apresentaram esta opção como um projeto ambicioso e me convenceu. Tenho muita vontade de unir-me a este sono/sonho que têm todos e que agora é também o meu. Em meus últimos anos me tem faltado continuidade com as equipas. Este projeto pretende crescer aos poucos e no fim é o que quero eu também». Segundo contou, «a alguns companheiros já os conhecia e a outros não. A aceitação foi bastante boa».