+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Xabi Alonso insiste em pedir sua absolvição após seu juízo

 

Xabi Alonso. -

EFE MADRID
11/10/2019

O exjogador Xabi Alonso declarou esta quinta-feira a saída da Audiência Provincial de Madrid que, apesar de que a acusação tem diminuído o pedido de penas pelos três delitos contra a Finanças que lhe imputa, não estará contente/satisfeito até que a sentença seja {absolutoria}.

Na segunda e última jornada do juízo contra o atual treinador do filial da Real Sociedade, a procuradoria tem diminuído sua petição/pedido de 5 a 2,5 de prisão e a advogada do Estado mudou o pedido inicial de 8,5 a 5 anos, por delitos correspondentes aos exercícios de 2010, 2011 e 2012. «Estou tranquilo. Quando a sentença seja {absolutoria}, estarei contente/satisfeito. Não é uma questão de dinheiro», explicou o exfutebolista, atual treinador do filial da Real Sociedade. «Eu, sempre que me o têm requerido, tenho depositado o dinheiro mas com o propósito de demonstrar minha inocência», afirmou.

O exjogador, campeão do mundo com a seleção em 2010, afirmou que «Finanças faz seu trabalho» e que não se sente «perseguido»: «Está a ser um processo longo/comprido, e isso cansa, mas apesar da duração, tenho confiança na absolvição», afirmou. «Não me interessa sentar precedentes, cada caso é muito diferente» disse. Seu único objetivo é «demonstrar que se fez tudo em amparo da lei» e que tem «cumprido» com todas suas obrigações.

Acusam ao jogador de defraudar 500.000 euros através de uma sociedade, {Kardzali}, localizada em {Madeira}, a quem cedeu seus direitos de imagem, de maneira fictícia, pouco antes de contratar pelo Real Madrid. Além disso também estão imputados seu advogado, Iván Zaldúa e o administrador único da sociedade, {Ignasi} {Maestre}.