+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Villanovense-Dom Benito, um tenso duelo de vizinhos/moradores para a salvação/manutenção

Os visitantes, de menos a mais esta época, chegam com dois pontos mais ao Municipal {serón}

 

Jogada do encontro da primeira volta entre Don Benito e Villanovense (2-2). -

CARLOS PINO deportes@extremadura.elperiodico.com VILLANUEVA DE LA SERENA
17/03/2019

Aconteça o que acontecer ninguém poderá esquecer em muito tempo o que aconteça esta tarde no Municipal Villanovense. A situação de ambos na classificação, quase empatados, a necessidade por sair de abaixo e o cheio na bancada criaram um ambiente idóneo para um jogo/partido histórico. Uma festa do futebol da que todos esperam usufruir.

Duma maneira diferente, com caminhos e estilos diferentes Villanovense e Don Benito chegam a este derby praticamente na mesma situação. Os {calabazones}, de menos a mais neste ano, com dois pontos mais que os {serones}, de mais a menos. Mas os dois muito necessitados de pontos. «As circunstâncias são as que são, de extrema necessidade para ambas as equipas pela classificação e nos jogamos algo mais que três pontos, é nosso eterno rival, é um derby», assegura Julio Cobos.

O treinador dos locais revela que não tem tido que fazer grande esforço para que seus jogadores cheguem motivados devido ao rival, à rajada que chegam a como vai a estar a bancada esta tarde. «Se dão muitas circunstâncias para estar com vontade para que chegue o jogo/partido».

A PRESSÃO INEVITÁVEL / Confirma que em dias como o de hoje todos têm pressão, mas acredita que é bom para dar o melhor dum mesmo num grande cenário. «É uma pressão boa, é um desses partidos que toda a gente quer jogar. As bancadas vão a estar repletas de pessoas, vai-se a viver um dia de futebol interessante». Para o treinador do Valdehornillos tudo o que passou antes do jogo/partido já não influi, nem a classificação nem a dinâmica prévia, porque um derby tudo o iguala. Reiterou a confiança nas coisas boas que fazem os seus. «Acredito/acho que a equipa não está a fazer as coisas tão mau como para não ter conseguido alguma vitória fora de casa».

De seu rival destaca o rigor defensivo que costumam ter, o que lhes converte num plantel/elenco difícil de ganhar. «É uma equipa que joga com muita intensidade e que está muito metido». Além disso Cobos valoriza a confiança que têm tido em Juan García para seguir/continuar com a equipa até ao fim. «Souberam ter paciência na altura própria e não puseram-se nervosos. Em Dezembro se têm reforçado com jogadores que estão a dar muito bom nível e estão imersos na briga»

Cobos, que {militó} como jogador no Don Benito, revelou que deseja que os {rojiblancos} se salvem porque é bom para o futebol extremenho, mas reiterou que seu plantel/elenco é o Villanovense. «Como a todas as equipas nos que tenho militado e a todas as equipas que tenho treinado lhes {guardo} muito carinho mas meu plantel/elenco é o Villanovense e aqui somente cabe ganhar o jogo/partido».

Ninguém quer perder-se o derby e ambas cidades têm vivido um ambiente especial nesta semana, o sol luzirá e o ambiente será único. Só/sozinho fique que a bola comece a filmar.