+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Para Vasconcelos é «cedo» para que o Ao-{Qázeres} pense na Copa

El treinador está satisfeito com a recuperação de várias de suas jogadoras

 

Ricardo Vasconcelos, treinador do Nissan Al-Qázeres. - F. VILLEGAS

J. O. CÁCERES
25/10/2019

El Nissan Al-Qázeres Extremadura empreenderá hoje se calhar a viagem mais esgotador de toda a época. Será com destino a A {Seu} d’{Urgell} (Lleida), 886 quilómetros, para jogar amanhã perante o {Cadí} na sexta jornada da Liga Feminina Endesa. El autocarro viajará carregado de gasolina, mas também de ilusões: com um balanço de 3-2 na classificação, a tentação começa a ser mais falar da classificação para a Copa de la Reina que de assegurar a manutenção. No entanto, o treinador da equipa, Ricardo Vasconcelos, considerou ontem «cedo» especular com cálculos face a estar na fase final que se disputará em Salamanca.

«Todos temos a ilusão/motivação de ir à Copa, mas é difícil. Vêm um par de partidos muito duros agora e temos de ver como se sente a equipa. O estamos fazendo súper bem, mas a ver como {reaccionamos} se há os partidos saem mau», comentou o preparador português, que mostrou-se satisfeito com o trabalho de suas jogadoras durante os últimos dias.

De facto, Paula Ginzo, {Laura} {Ferreira} e {Miriam} {Forasté} estão praticamente recuperadas das incómodos com as que jogaram o último jogo/partido, perante o {Pajariel} {Bembibre}, e inclusivamente Julia Melina, que ainda não tem debutado, «fez algo mais, deu um passo adiante», disse Vasconcelos. Fará a viagem e se decidirá logo se pode saltar à pista. Sim é quase segura a baixa de María Romero.