+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O Santa Teresa renúncia à etiqueta de favorito

As badajocenses tivessem preferido jogar em Cáceres noutro horário

 

Jogadoras do Santa Teresa festejam um golo. - SANTA TERESA CD

REDACCIÓN
25/10/2019

No quer ser favorito o {Liberbank} Santa Teresa Badajoz no derby de amanhã perante o Feminino Cáceres na Liga Repto/objetivo Iberdrola. Ontem, seu treinador, Juan Carlos Antúnez, achou abertamente que não há motivos para pôr essa etiqueta a seu plantel/elenco, por muito que vá pela frente/por diante na classificação. «Elas jogam em casa», afirmou.

Antúnez disse que, face a a preparação, era melhor «concentrar-se num mesmo», porque, numa cita/marcação/encontro assim, «às vezes podes pensar que {conoces} tudo do outro, mas com um só/sozinho movimento te podem desestruturar».

O treinador teve uma dobro leitura do pulso entre cacerenhas e badajocenses. Por um lado indicou que «é um jogo/partido mais, no qual somar fora de casa é extra», mas por outro reconheceu que «pode ser mais emotivo» que nas anteriores ocasiões nas que se têm medido ambas esquadras. «As jogadoras se conhecem, houve um jogo/partido recente –a Copa Federación ganhada pelo Feminino Cáceres– e só/sozinho coincidimos dois anos na mesma liga», assegurou.

Além disso, indicou que o horário –um sábado às 16.00 horas– não ajuda para que tenha deslocação de seguidores de Badajoz a Cáceres («nos tivesse gostado a amanhã de domingo ou mais entrada a tarde»), mas reiterou que «cada clube é livre e procura o melhor para sim mesmo».

Antúnez espera que o Santa mantenha «sua linha», superado já o traspés perante o {Femarguín}, «algo que passa fora de o normal/simples no futebol e que acontece cada época uma ou duas vezes». «Continuamos tendo defeitos que {intentamos} corrigir e virtudes que queremos potenciar», assinalou.

Também falou sobre/em relação a o terreno de jogo dos Campos Federativos Manuel Sánchez Delgado: «A circulação/trânsito de bola é mais lenta e o ar costuma influir, mas em questão de dimensões é parecido ao nosso».