+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Outro pulso simultâneo por ser líder

O Mérida não o terá fácil perante o Plasencia e o Cacereño não pode falhar em seu visita ao Montijo

 

Último treino do Mérida antes de receber/acolher ao Plasencia. - MÉRIDA {AD}

J. O. deportes@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
17/03/2019

Domingo de emoções na Terceira extremenha. Muitas delas se concentrarão na luta pelo liderança: o Mérida tira dois pontos ao Cacereño e terá um encontro difícil perante o Plasencia enquanto, ao mesmo tempo, os verdes visitam Montijo com um olho posto no que aconteça no estádio Romano.

MÉRIDA-PLASENCIA / O jogo/partido da jornada, sem dúvida. Os de Santi Amaro defendem a exíguo rendimento conseguido na passada semana, mas não lhes será simples porque a {UPP} também tem muitos motivos para lutar a morte: é quinta com só/sozinho um ponto menos que o quarto, o Coria. Muitos olhares estarão sobre/em relação a {Kevin}, o avançado/ponta de lança argentino que mudou Plasencia por Mérida faz uns poucos meses. Prevê-se um encontro intenso e tático (17.00 horas).

MONTIJO-CACEREÑO / Quando parecia estar no melhor momento da época, com os reforços de inverno integrando's à perfeição, o {CPC} deu um inesperado ‘{petardazo}’ empatando em casa perante o Olivença, o que lhe fez perder ligeiramente {comba} com o Mérida. Agora está obrigado a não falhar frente a um Montijo que está incrustado no nutrido grupo de equipas que lutam por evitar a descida (17.00).

RACING VALVERDEÑO-MORALO / O conjunto/clube do Campo Arañuelo parece ter perdido impulso quando faz não muito era quem ocupava a primeira posição. Agora corre o perigo mesmo de perder a terceira praça/vaga. Sua situação é ambígua porque ao mesmo tempo ainda está a tempo de apanhar aos dois primeiros. Em todo o caso, deverá corrigir erros em Valverde de Leganés perante o {decimoquinto} classificado, outro dos que terá quase seguro que suar a salvação/manutenção até ao fim (17.00).

CORIA-AZUAGA / Num curso demasiado irregular, o Coria parece ter pegado a onda boa com boas vitórias perante Moralo e Valdivia e um empate em Plasencia. Mas ainda assim o único que conseguiu é ter uma exígua quarta praça/vaga com um ponto de vantagem contra a própria {UPP}. Não deve descuidar-se, mas em teoria é favorito para superar a um Azuaga com o que faz dois épocas cultivou uma nova rivalidade na luta precisamente por entrar na fase de promoção a Segunda B (17.30).

EXTREMADURA B-JEREZ / Sétimo contra sexto. Lhes fica algo de fôlego a ambos para poder/conseguir lutar pela quarta posição, já que estão respetivamente a sete e seis pontos do Plasencia, e há vários confrontos diretos ainda que resolver. Um deles é o desta amanhã. Por esta particular situação, a nenhum lhe convem um empate, pelo que pode ser um jogo/partido com muita ambição ofendida em ambos bandos (12.00).

{PUEBLONUEVO}-ARROYO / Seguro que o Arroyo sente inveja sara de como está o {Pueblonuevo}: oitavo e praticamente salvo, salvo desastre na reta final da liga. Não podem dizer o mesmo os {arroyanos}, fora de perigo na classificação como quartos pela cauda, mas muito pertinho de penúltimo e antepenúltimo, que só/sozinho têm um ponto menos. Será interessante como manejam os dois contundentes seu diferente grau/curso universitário de pressão (16.30).

OLIVENÇA-DIOCESANO / A manutenção de ambos --o objetivo que se tinham marcado para a época-- marcha muito bem encaminhada. Situados na zona moderada da classificação, {oliventinos} e cacerenhos vão cumprindo os cálculos tirando um ponto aqui e outro lá. Certamente por isso o empate não seria mau para nenhum dos dois (12.00).

ACEUCHAL-VALDIVIA / Outro encontro entre um conjunto/clube bastante tranquilo, embora seja relativamente, como o local, e outro necessitado de pontos para sair de abaixo. O Valdivia é penúltimo, mas tem ao alcance a vários dos equipas que lhe precedem, pelo que um triunfo a domicílio lhe ajudaria de forma extraordinária, mesmo para chegar bastante a seu oponente de hoje (17.30).

CALAMONTE-CASTUERA / Outra vez o mesmo modelo de encontro: um Calamonte duodécimo com 32 pontos fez por agora os deveres, algo que não pode dizer o Castuera, antepenúltimo com 27. E pese tudo, há margem para a reviravolta: se ganham os locais terão dado um passo mais até a salvação/manutenção, mas se há triunfo visitante se terão metido num confusão (17.30).

VALDELACALZADA-{LLERENENSE} / Quem sim parece com praça/vaga de descida/desmpromoção atribuída é o Valdelacalzada, lanterna vermelha a 14 pontos da zona de salvação/manutenção. Só/sozinho um enorme e inesperada reação lhes manteria a próxima época em Terceira. De seu aparente condição de {deshauciado} tentará aproveitar-se o {Llerenense}, também implicado na briga pela manutenção: é décimo quarto com 30 pontos. (12.00).