+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O líder não deslumbra, mas ganha

O Mérida salva o difícil obstáculo do Montijo com um golo do inspirado Cristo

 

Kevin tenta controlar a bola, ontem. - MÉRIDA {AD}

ALEJANDRO VILLALOBOS
08/04/2019

MONTIJO 0

MÉRIDA 1

3Gol: 0-1: minuto 15, Cristo.

3Árbitro: Queixada {Alcón}. Pelo Montijo, amarela a Jesús ({min}. 52). E pelo Mérida, a {Muneta} ({min}. 44).

3Estadio: Emilio Macarro.

3Espectadores: 600.

3Incidencias: Jogo/partido da {trigesimosegunda} jornada de Terceira.

3Montijo: Antonio; Carlos, {JoseTienza}, {Escorial}, Jesús (Poço, minuto 75), Risco, Aitor, Santos ({Juanito} Monroy, minuto 67), {Juanpa}, José Luis e {Teo} (Carrasco, minuto 46).

3Mérida: Javi Sánchez, {Salvi}, {Álex} Jiménez, Javi Chino, {Montesinos}, Dani Espinar ({Heo}, minuto 87), {Curro}, {Muneta} (Carlos Puyi, minutos 61), Cristo, {Joaqui} Flores (Juanjo Chavalés, minuto 79), Kevin.

Pedindo a hora e com o faca e a frequência {cardíaca} pelas nuvens, a verdade, mas a tropa de Santi Amaro liquidou por um exíguo margem a um Montijo que se lhe põe face cor cinza e terá que sofrer e espevitar notablemente se não quer ir-se aos infernos da categoria/escalão imediatamente inferior.

Muito cedo quis pôr calor na bancada e na {moqueta} verde a formação {pecholata}. E quem se não, o rato de Guadiana del Caudillo, Cristo, seu artífice num tiro que se desviou em excesso. Apenas cinco minutos no luminoso e o primeiro xeque nas carnes {montijanas}.

Voltou a morder o Mérida e fê-lo três minutos depois num remate de Kevin que estilhaçou a madeira do guarda-redes local. Era o revezo do quadro anfitrião, que teve que responder ao ímpeto romano no corte de fitas. Matute provou fortuna, mas as {manoplas} de Javi Sánchez travaram a opção ({min}. 11).

O Mérida levava a voz cantora não só/sozinho em ocasiões no {bloc} de notas mas em jogo e profundidade e, justo ao chegar ao quarto de hora, Cristo {agujereaba} a rede de Antonio após uma jogada cheia de {brío} e subtileza iniciada por Dani Espinar. Se fazia justiça segundo o visto até à data e era o revezo de {Antxón} {Muneta} desde a esquina num tentativa frustrada de golo olímpico ({min}. 18).

Sem notícias locais, ambas {centurias} foram a refrescar mentes e botas e tudo pendente do canto duma moeda. Saltaram algo mais ligados os romanos e cedo avisaram por mediação de Kevin. Seu disparo ao céu ficou em pura e tristonha anotação para a folha estatística. O quadro romano seguia/continuava sem descer a guarda e procurando como imã à chave o segundo que terminasse de mandar aos leões aos {rojinegros}. Kevin voltava a ensinar o {DNI} num cabeçada tapada sem embaraços por Antonio a vinte do final.

Apelando à heroica e em seus melhores minutos, o Montijo tratou de igualar forças e Cristo aliou-se por desgraça em seu remate contra a madeira quase prestes a soar a sino.

{Álex} Jiménez fechou o duelo num {testarazo} envenenado e o triunfo, quinto consecutivo para os de Santi Amaro, era para o todo-poderoso líder, que segue/continua voando até o cetro final. Seu êxito duma semana antes perante o Cacereño parece ter marcado um antes e um depois. Ontem pode que não {brillara}, mas o líder cumpre com o guião que tem previamente escrito/documento.