+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Os juniores de {Miralvalle} e São Antonio Cáceres, campeões

Mais emoção na final feminina, que ganharam as de Plasencia ao Ao-{Qázeres} por 56-50

 

O {Miralvalle} Plasencia recebe a taça de campeãs da Extremadura. - CEDIDAS

Os jogadores do Roda Mira Residência de {Basket} São Antonio Cáceres festejam a vitória. - CEDIDAS

REDACCIÓN deportes@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
15/04/2019

{Miravalle} Carnes Pizarro e Roda Mira Residência de {Basket} São Antonio Cáceres revalidaram seus títulos este fim-de-semana no Campeonato da Extremadura juniores de basquetebol nas categorias feminina e masculina, respetivamente, após vencer nas finais a Ao-{Qázeres} e {Carium} Automoção São Antonio Cáceres. Serão assim os representantes da comunidade nos Campeonatos de Espanha, que serão em {Avilés} e Zaragoza.

Em raparigas, as de Plasencia se impuseram por 50-56 no momento supremo. Começou dominando a equipa de Raúl Pérez --que acabava de ser nomeado treinador do Extremadura Plasencia– com pequenas vantagens e com um bom trabalho defensivo que fez terminar o primeiro quarto com as de Plasencia pela frente/por diante (7-15). No segundo parcial as jogadoras de {Miralvalle} tomaram mais vantagem ainda mas um bom troço final de Ao-{Qázeres} fez que no descanso o marcador fora de 21-31 para as jogadoras de Plasencia, com boas percentagens de Luzia {Moreno}, Lida Francisco e {Bea} {Asprella}. Nas cacerenhas, Sira Hisado mantinha às suas.

Após o passo pelos balneários {Miralvalle} teve seus melhores minutos e por momentos parecia que quebravam a final, com vantagens largas graças ao bom trabalho de jogadoras como Luzia {Moreno} na direção ou Esther Sánchez dentro da zona. Uma canastra no último segundo de Branca {Martínez} punha o 28-45 com o que se encarava o troço final do jogo/partido.

Mas no último parcial Ao-{Qázeres} recuperou sensações e o medida certa, da mão de Fátima Valiente, Sira Hisado e Clara Núñez chegaram a pôr-se até a dois pontos à falta de um minuto, mas {Miralvalle} não se enrugou e voltando a umas últimas boas defesas conseguiu levar-se o campeonato regional.

Entretanto, na final masculina, que se disputou também em Moraleja, não teve tanta igualdade. De facto, e ainda que não é a primeira vez que algo assim acontece, a disputaram duas equipas do mesmo clube, o São Antonio Cáceres. O Roda Mira --considerado o ‘A’ com jogadores de maior qualidade, pelo menos em teoria-- tinha vencido em sua meia-final ao Plasencia {Masterboy} (75-54), enquanto o {Carium} Automoção (o ‘B’) pôde com o Terra de Lamas (73-67).

Os prognósticos num jogo/partido entre ‘irmãos’ estavam claros e cumpriram-se inexoravelmente desde o primeiro quarto, que já concluiu com um 27-15. As diferenças foram alargando (52-26 no descanso; 66-37 no fim do terceiro quarto) no meio duma evidente superiodidade técnica e física. {Khadim} {Fall} dominava os tabuleiros, bem apoiado por jogadores como {Edu} Robusto, Javier Vasallo, e Juan Santos. Não teve apenas história até ao 79-50 final.