+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Já som três os positivos de futebolistas de Primeira Divisão

 

EFE
10/05/2020

{Renan} {Lodi}, defesa do Atlético de Madrid; {Álex} {Remiro}, guarda-redes da Real Sociedade, e {Yangel} Ferreira, do Granada, som os primeiros jogadores de Primeira Divisão em dar positivo por coronavirus após o regresso ao estreitamente e permanecem em quarentena.

Que isto se tenha conhecido tem zangado à Associação de Futebolistas Espanhóis. «Após revelar-se a identidade dalgum futebolista profissional contagiado por {covid}-19, a {AFE} quer expressar sua surpresa e mal-estar por esta circunstância, ao entender que se tem cometido uma clara violação da Lei Orgânica de Proteção de Dados», assinala num comunicado.

O sindicato «lamenta e rejeita a situação de absoluta falta de defesa na qual estão situando a determinados futebolistas de {LaLiga} ao filtrar-se sua identidade após dar positivo» e anuncia que seguirá/continuará «lutando, por responsabilidade e por obrigação, para proteger os direitos dos futebolistas como trabalhadores, para além de condenar a estigmatização que estão a sofrer. Não tudo vale, nem pelo dinheiro tudo vale».

«Transferir a identidade de um positivo, sem consentimento do trabalhador, é ilegal. Vai contra das normas do nosso estado de direito. Como tem vindo insistindo este sindicato, o estado de alarma não é um estado de ilegalidade, nem muito menos um estado frustrado», afirma.