+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Greve na Primeira Divisão feminina

 

EFE MADRID
23/10/2019

As futebolistas da Primeira Divisão espanhola anunciaram ontem que convocarão uma greve diante da falta de acordo entre a Associação de Clubes de Futebol Feminino ({ACFF}) e os sindicatos na negociação do qual seria seu primeiro convénio coletivo. Após um ano de conversações, as posturas do patronato e dos sindicatos seguem/continuam afastadas, em aspetos como o salário mínimo anual ou a {parcialidad}.

Isso tem motivada o fartura das futebolistas, que confirmaram numa conferência de imprensa que convocarão uma greve, com o apoio do 93% por cento das jogadoras que reuniram-se em Madrid. A negociação entre a Associação de Clubes de Futebol Feminino e os sindicatos UGT, Futebolistas {ON} e {AFE} começou o 4 de Outubro de 2018, com um primeiro encontro na sede do Conselho Superior de Desportos ({CSD}). Um ano depois, as posturas seguem/continuam afastadas.