+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Golpe ao Valência no 95

Um golo do {Lille} no tempo de prolongamento anula o tanto/golo de {Cheryshev}

 

{Cheryshev} tenta superar a um jogador do {Lille}. - {AFP}

EFE LILLE
24/10/2019

O Valência perdeu dois pontos em {Lille} com um golo do rival no minuto 95 (1-1), após um jogo/partido discreto mas que quase esteve de ganhar apesar de seus escassos merecimentos e que agora lhe obriga a um grande esforço para alcançar a segunda praça/vaga do grupo.

A primeira metade do Valência foi má e na segunda uma ligeira melhoria lhe fez sonhar com o triunfo, mas a expulsão de {Diakhaby} e a reação final do {Lille} frustrou sua vitória.

A equipa visitante não entrou bem no jogo/partido, já que não encontrava a forma de tirar a bola controlada desde atrás e não superava a forma de superar a pressão de um rival com mais intensidade que qualidade, mas que não deixou respirar ao conjunto/clube de {Albert} {Celades}.

Somente com envios longos/compridos a seus atacantes tiveram os {valencianistas} algumas opções ofendidas, embora estas ações não se prodigalizaram, {Maxi} e {Gamiero} estiveram muito sós em cima e esses ataques não deram para mais que um par de {saues} de esquina nos que não teve perigo.

Quando o encontro chegou no descanso, o 0-0 era um bom resultado para o Valência, dado que o {Lille} contabilizava mais merecimentos que o Valência para ter-se adiantado no marcador. Apesar de {Celades} tirou a {Kondogbia} e deu entrava a Costumar para ocupar o grupo direita, nos primeiros minutos da segunda metade o {Lille} manteve sua superiodidade, embora aos poucos o Valência cresceu.

A melhoria se refletiu no marcador aos 63 minutos com um contragolpe preciso que culminou {Cheryshev} justo quando seu plantel/elenco tinha deixado de parecer-se ao Valência {anodino} do primeiro período.

Após o golo, o {Lille} voltou a {cercar} a objetivo/meta de {Cillessen} com pouco/bocado a certo, mas sem permitir que o Valência tivesse a bola, o que gerou situações de muita angústia na área do conjunto/clube valenciano, que perdia a bola com muita facilidade.

A prolongamento de seis minutos foi agónica para o Valência, que não teve nenhuma opção de sair da área e que recebeu o golo de empate no 95 quando o cerco sobre/em relação a sua objetivo/meta era praticamente insustentável, embora foi necessário que o {VAR} {revisara} a ação para dar validade ao golo.

{LILLE} 1

VALÊNCIA 1

3Goles: 0-1, m.63: {Cheryshev}. 1-1, m.95: {Ikoné}

3Árbitro: {Deniz} {Aytekin} ({GER}). Admoestou pelo {Lille} a {Çelik}, {Luiz} {Araujo}, Gabriel e {Tiago} {Djaló} e pelo Valência a {Maxi} {Gómez}. Expulsou ao {valencianista} {Diakhaby} por dobro admoestação (m.84).

3Estadio: Pierre Mauroy (50.000 {espec}).

3Lille: {Maignan}, {Çélik}, José Fonte, {Tiago} {Djaló} ("bamba", minuto 87), {Bradaric}, Gabriel, {Yazici} ({Rémy}, minuto 72), {André}, {Sommaré}, {Luiz} {Araujo} ({Ikoné}, minuto 65) e {Osimhen}.

3Valencia: {Cillessen}, {Wass}, Gabriel Paulista, {Diakhaby}, {Jaume} Costa, {Coquelin}, {Parejo}, {Kondogbia} (Carlos Soler, minuto 46), {Cheryshev} ({Garay}, minuto 87), {Gameiro} ({Kang} {In} Lê, {munuto} 65) e {Maxi} {Gómez}.