+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Fundação José Manuel Calderón e a Junta de Extremadura educam em nutrição

 

Uma das sessões de ‘Come Bem, Vive Melhor’ num colégio extremenha. - EL PERIÓDICO

08/05/2019

A Fundação José Manuel Calderón {radicada} em Villanueva de la Serena, junto à Fundação Jovens e Desporto e a Conselheria de Ambiente e Rural, Políticas Agrárias e Território da Junta de Extremadura, voltam a levar até final de curso aos centros educativos da nossa Comunidade Autónoma ‘Come Bem. Vive Melhor’, programa de carácter lúdico e interativo que aumenta consideravelmente o número de centros que o acolhem em relação a sua primeira experiência em 2018, e cuja metodologia de {impartición} aborda questões como a nutrição, hábitos alimentares e hábitos de vida saudável de maneira dinâmica e participativa, através de oficinas práticos e conversas desenvolvidas por nutricionistas e desportistas de Alto Rendimento.

PROJETO / A continuidade do projeto, no qual o próprio José Manuel Calderón está implicado através de um vídeo gravado por ele, no qual dirige-se expressamente ao os alunos destinatário de ‘Come Bem, Vive Melhor’, supõe uma excelente oportunidade para incluir entre os objetivos educativos a melhoria de aspetos nutricionais, utilizando o desporto como ferramenta transversal, já que ninguém melhor que os desportistas de elite para pôr a manifesto a grande contribuição que para um estado de saúde ótimo supõe o seguir/continuar uma dieta equilibrada, com todos os nutrientes necessários e em sua justa medida.

É que, para além do jogador da NBA, a nadadora paraolímpica {Noelia} García, medalhista nos Jogos Paraolímpicos de Atenas 2004, faz parte dalgumas das conversas transferindo às pessoas assistentes seu ponto de vista como desportista em referência a estas questões.

Os objetivos que se perseguem, mediante ferramentas didáticas elaboradas, são oferecer ao os alunos e professorado os conhecimentos necessários para incorporar a sua dieta diária um maior consumo de fruta e verdura, incidindo nos benefícios que isso proporciona a nível físico se se une a hábitos de vida saudável como a prática desportiva.

Cada centro educativo poderá acolher até 3 conversas ou oficinas dentro de cada sessão do programa, destinando-se estas a alunos de 3º, 4º, 5º e 6º de Primária, que, para além da parte teórica, usufruirão de atividades práticas como oficinas de criações culinárias a base de fruta ou concursos e jogos nos que os dados sobre/em relação a nutrição e alimentação sara são a base.