+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Flamengo e {River} {Plate} discutem o Lima a coroa do futebol de América

Los brasileiros chegam como favoritos da mão do treinador Jorge Jesús

 

Jorge Jesús, treinador do Flamengo. - EFE

ABEL GILBERT BUENOS AIRES
23/11/2019

{River} {Plate} e Flamengo dirimem hoje em Lima se uma equipa argentino ou brasileiro fica com a Copa Libertadores de América. {River} chega à final por terceira vez desde que tem tomado suas rédeas {Marcelo} Gallardo. Los Milionários cifram a esperança de um novo título na astúcia do treinador, a quem consideram um grande leitor dos partidos. Gallardo sabe bem que esta vez seu plantel/elenco não é favorito apesar de ter chegado à minuta crucial do torneio depois de/após eliminar a Boca Juniores. Flamengo, por outro lado, chegou a Lima em plena forma. E não só/sozinho por ser líder indiscutível e invicto do {Brasileirao}. Da mão de Jorge Jesús, mudou o futebol de seu país.

O míster português foi um revulsivo formidável e agora tem a oportunidade de demonstrá-lo num torneio internacional que lhe dá outro lustre. «Ou {mais} querido», como se autodefine {Fla} na hora de medir sua popularidade em tudo Brasil com o {Corinthians} de {Sao} Paulo, espera ficar com um troféu que lhe é esquivo desde 1981.

A torta sente que esta vez os planetas estão em ordem/disposição com Jesús no banco e jogadores como {Filipe} Luis, {Rafinha}, {Gabigol}, {Bruno} {Henrique} e o espanhol Pablo Marí. Flamengo, assegura a hobby/adeptos {rojinegra}, será campeão e lhe mostrará ao mundo a garridice de seu futebol. De facto, até têm começado a festejar antes de jogar.