+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Fé azul-vermelho e sono/sonho celeste

{Gio} {Zarfino} é um fixo nas {alineaciones} de Manuel no Extremadura e não descarta nunca a chamada de sua seleção. Valoriza especialmente sua conexão com David Rocha no centro do campo

 

Implicação máxima 8 {Gio} {Zarfino} festeja um golo com o Extremadura. - {LALIGA}

RODRIGO MORÁN
25/10/2019

{Gio} {Zarfino} não é um jogador mais dentro do Extremadura. Para além de ser um dos capitães, é possivelmente uma das vozes mais autorizadas para falar de tudo o que rodeia em torno do clube. Não se morde a língua porque sabe que, o que diz, lhe sai do coração. Quase igual que quando joga no campo.

A locomotora de {Montevideo} é uma peça indiscutível nos esquemas de Manuel Mosquera. O treinador lhe recupera para o jogo/partido de domingo em Almería após cumprir ciclo de amoestações e não é de estranhar que volta a fazer parte dessa conexão ilimitada que tem forjado com David Rocha: «nos {compenetramos} muito bem. Quando eu me {lanzo} ao ataque, David sabe faz muito bem esse balanço defensivo e também sabe que eu {vuelvo} a ajudarle o mais rápido possível. Somos jogadores obedientes e temos uma muito boa sintonia», confessa o {charrúa}.

{Zarfino} é um dos jogadores mais valorizados do atual plantel azul-vermelho. Até à quinta amarela, tinha jogado todos os minutos e, desde há semanas, seu nome se tem relacionado no mercado com vários clubes de Primeira, entre eles o {Getafe}. Não quer ouvir falar de rumores nesta fase da época, mas lhe muda a face quando se lhe pergunta por vestir algum dia a t-shirt de sua seleção: «jogar com Uruguai nunca pode ser uma quota pendente, mais bem é um sono/sonho. Seria algo inexplicável para mim poder/conseguir jogar com a celeste e o mais lindo que poderia passar-me a nível profissional». {Zarfino} sabe que em sua posição de volante há muitos jogadores uruguaios de nível, caso por exemplo do madrilista {Fede} {Valverde}, mas não descarta nada e avisa de que também há uruguaios jogando em Segunda que vão com a seleção, caso de Darwin Núñez, que precisamente será rival de {Zarfino} no domingo vestindo a {camisola} do Almería.

Com selo próprio

Do que está seguro um dos capitães do Extremadura é que as derrotas não podem torcer o caminho da equipa. «Não acredito/acho em mudanças do nosso estilo nem noutras fórmulas de jogo. Temos um selo. {Tratamos} de fazer o que nos pede o míster e sabemos muito bem o que quer. Somos uma equipa que se agarra a qualquer circunstância de jogo/partido».

{Zarfino} também não se fia do momento irregular que tem o Almería após seis partidos sem ganhar: «aqui nunca há jogo/partido batota/logro para ninguém e em Segunda já se tem já que qualquer lhe ganha a qualquer. Para além de os orçamentos económicos e dos carros que ofereçam, em Almería seremos onze contra onze e iremos torcer todas».

{Zarfino} será a grande novidade dos azuis-vermelhos em Almería, embora Manuel seguirá/continuará tendo as baixas de Rafa Mujica e {Kike} {Márquez} para este jogo/partido. As opções de {Lomotey} estão intactas, embora na medular agora há um autêntico {overbooking} de possibilidades.

Em relação ao Almería, o conjunto/clube que dirige o português Pedro Emanuel terá a sensitiva baixa de José Corpas por sanção; e as de {Owona}, Juan Ibiza e {Aguza} por lesão. Além disso, o sérvio {Petrovic} não termina de recuperar-se de seus incómodos e, hoje, tem difícil chegar ao jogo/partido de domingo.