+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O Don Benito, com os pés no chão

Os {rojiblancos} contêm a euforia depois de/após suas três vitórias e mantêm sua fórmula de trabalho

 

Extremenhos 8Segunda equipamento do Don Benito, apresentada ontem. - CD DOM BENITO

CARLOS PINO DON BENITO
24/10/2019

Ni um ápice de euforia, nem de excesso de confiança. Ao contrário. Em Don Benito o ambiente é de satisfação e tranquilidade pela reação da equipa nas últimas três jornadas que lhe tem colocado justo em metade da tábua. Apesar disso, sabem que o caminho é longo/comprido e que no domingo visitam a outro dos rivais diretos, o {Yeclano}, uma das surpresas deste início {liguero} no Grupo IV.

Não muda nada no dia-a-dia dos {rojiblancos}. Ni quando se perdia tinha nervosismo nem agora excesso de confiança. Não é momento de {echar} contas, mas de seguir/continuar igual. «Já era hora de que nos viesse face esse ponto de sorte», afirma José Manuel Artíles, um dos fixos para Juan García. Titular em todos os encontros oficiais, no domingo passado se estreou com o seu primeiro golo de vermelho e branco.

Mais pontaria

O médio canário coincide com seu treinador em que a equipa continua a trabalhar igual de bem e que o único que mudou foi a pontaria. «Os primeiros partidos, {coincidimos} todos, as sensações eram muito boas e nos estava faltando um pouco/bocado de medida certa. Agora, esse percentagem de medida certa que não {veníamos} tendo o temos tido, temos gerado um pouco/bocado menos, mas temos {acertado} mais». O jogador {calabazón} também destaca a capacidade da equipa para aguentar nos minutos finais com um homem menos pela lesão de {Manu} {Ramírez}. «Temos sabido sofrer nos momentos maus».

Apesar de não ser um jogador veterano leva já nove épocas disputando partidos em Segunda B e Segunda A. Nas últimas dois tem marcado 4 golos, por isso está contente/satisfeito por marcar seu primeiro tanto/golo de vermelho e branco, além disso importante. «Era uma faceta na qual não estava tendo fortuna e sempre é benéfico para a equipa que todos {intentemos} marcar os máximos golos possíveis».

Para o futebolista canário tem muito valor que uma equipa como o Don Benito consiga uma rajada de três triunfos seguidos/continuados numa categoria/escalão tão competitiva como é a Segunda B. «Igual que nas primeiras jornadas não se nos estavam a dar os resultados, mas não estávamos nervosos porque estávamos trabalhando bem; agora não nos podemos vir em cima, temos que seguir/continuar trabalhando na mesma linha, humildes e seguir/continuar tirando tudo jogo/partido a jogo/partido».

No domingo toca visitar a uma das surpresas da liga, o {Yeclano}, que apesar de ser um recém ascendido está perto de os postos nobres na classificação. Tudo além disso com muitos jogadores da equipa que ascendeu de Terceira. Uma equipa duro em seu feudo, em onde não perdeu ainda. {Artiles} vaticina um jogo/partido difícil. «Todos os partidos fora de casa vão ser complicadas porque todas as equipas tentam fazer-se fortes em seu campo».

Os {rojiblancos} preparam o duelo de domingo com os pés na terra, mas sabendo que estão a começar a pegar/apanhar voo.