+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O Coria soma e segue em A Ilha

A equipa celeste ganha ao Olivença com golos de Pinheiro e {Teto}, de grande penalidade

 

‘{Lely}’, presidente do Coria, cumpriu ontem 300 partidos à frente do clube. - CD CORIA

ÁREA 11 CORIA
08/04/2019

Com grande entrada no campo de A Ilha se {dió} começo aos atos por ocasião do 50 aniversário da fundação do clube do Alagón. Para isso, e nos prolegómenos do encontro, se rendeu um caloroso homenagem a todos os presidentes que têm pilotado a nave do Coria ao longo/comprido deste anos. Um Coria que saiu ligado, sabedor do resultado do Plasencia, e que nos primeiros minutos teve sua primeira aproximação ao portal do Olivença.

No minuto 11, pontapé de canto que tira {Javito}. A bola ficou morto na área sem encontrar rematador/goleador. De novo no minuto 15, grande jogada de {Javito} por lado esquerdo com disparo que repele o objetivo/meta {Juanga}. E no minuto 24, jogada de Pinheiro e {Teto}, em boa posição, dispara alto. No minuto 26, uma contra levada por {Borja} Sánchez esteve prestes a adiantar ao Olivença. A réplica a deu {Teto} um minuto depois, e seu disparo saiu a pontapé de canto. Tirado por {Javito}, supôs o golo do Coria com cabeçada de Pinheiro. No 32, {Javito} vai-se e seu disparo saiu {lamiendo} o poste. No 45, o Olivença dispôs duma grande ocasião para empatar, mas a bola se foi embora a pontapé de canto.

Na segunda parte, o Coria baixo/sob/debaixo de consideravelmente seu rendimento, sendo o Olivença o que levava a inquietude às bancadas. No 67, pôde marcar o Olivença com um grande disparo de Sergio Jaén que se topou com o travessão. Antes, seria {Juanpe} quem teve uma ocasião impossível de melhorar para empatar. A ocasião mais clara a teve Pinheiro no 50, que foi em solitário e com tudo a seu favor enviou a bola fora. O Coria, no 81, teve uma grande ocasião para sentenciar o encontro, em grande jogada de {Teto} que terminou com seu centro em linha de golo sem que ninguém {rematara}. Finalmente, no 87, {Teto} centra e Pinheiro é derrubado dentro do área. O grande penalidade o lança {Teto} pondo o 2-0 definitivo. Resignada/sofrida e merecida vitória do Coria perante um bom Olivença. Uma vitória que lhe consolida no quarto posto.

Coria 2

Olivença 0

3Goles: 1-0 ({min}. 28) Fernando Pino. 2-0 ({min}. 87) {Teto} (de grande penalidade).

3Árbitro: {Agraz} Díaz. Cartões amarelos ao jogador local {Toto} e ao futebolista visitante Juanjo.

3Estadio: A Ilha.

3Espectadores: 700.

3Coria: {Álex}, Carlos García (David, minuto 90), {Toto}, Dani Aparicio (Rubén, minuto 85), {Joserra}, {Alvarito}, Fernando Pino, {Juanqui}, {Teto}, {Chema} Martín ({Fuli}, minuto 78), {Javito}.

3Olivenza: {Juanga}, {Fau} (Pedro, minuto 82), {Pekas}, Capa, {Borja} Sánchez, Juanjo, Emilio Tienza ({Atón}, {min}. 82), {Juanpe}, Silva, {Troitoiro} (Sergio Jaén, 67), {Borja} Romero.