+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O {CAR} Cáceres soma cinco pontos e sobe à quarta praça/vaga

Os extremenhos elevam seu nível e se dão um bom festim perante o Arquitetura (40-19)

 

Uma ação do encontro de ontem em O {Cuartillo}. - MARIO ENCINAS

REDACCIÓN deportes@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
27/10/2019

El Extremadura {CAR} Cáceres ganó cinco puntos y se sitúa cuarto en la {División} de {Honor} B del rugby nacional. Ontem se impôs ao Arquitetura por 40-19 num jogo/partido que resolveu na primeira parte. No descanso se chegou um parcial de 28-7.

Os primeiros pontos chegaram nada mais iniciar/dar início o jogo/partido, apenas se tinha cumprido o minuto um quando os cacerenhos conseguiram a primeira marca após um agrupamento muito perto de paus. Jorge Rojo após um {pick} {and} {go} leva o {oval} a zona de marca visitante. Os jovens de Martín Rojo levaram a iniciativa no ataque do jogo, com maior posse do {oval} e com uma terceira linha muito ativa, o que favoreceu o jogo dos 3/4, recebendo bolas com boas opções para ganhar a linha de vantagem. Com este domínio no jogo à mão chegaram três ensaios mais na primeira parte, um de Pedro Martín e dois de {Noa} Bola.

No 27 Miguel Hoyos reduzia distância para o Arquitetura com um ensaio que transformava sua abertura Jaime Mata. A segunda parte se caraterizou por uma maior posse do {oval} por parte dos arquitetos, o que obrigou aos cacerenhos a empregar-se a fundo em defesa, mostrando uma grande coordenação e firmeza entre a diferentes linhas o que motivou em várias ocasiões a ovação do numeroso público que enchia a bancada de El {Cuartillo}. Apesar de não recuperar a bola em várias jogadas conseguiam levar para trás o ataque visitante. El domínio do {oval} por parte do Arquitetura lhes permitiu anotar dois ensaios na segunda parte, 44 e 78, por Eduardo Hernández e Jaime Pérez, este último transformado por sua abertura, Jaime Mata.

El {CAR} também não desaproveitou as ocasiões que teve no troço final do jogo/partido anotando dois ensaios que neutralizavam aos da equipa visitante e permitiam manter a vantagem em 3 ensaios para somar o ponto {bonus}. No minuto 59 ensaiava Guillermo Guillaumet e no 71 Leo Tavita.

Diego Rodríguez, que realizou um grande jogo com o pé, supriu a ausência por lesão de {Jeff} {Taljard}, ocupando o posto de abertura. Para além de bons pontapés, que situavam o jogo em campo contrário, transformou 5 dos 6 ensaios.