+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O Ao-{Qázeres} se afasta do ‘{playoff}’

O conjunto/clube de Ángel Fernández batalhou na primeira parte, mas logo foi superado com clareza

 

{Pao} Ferrari, durante a recente Copa de la Reina. A jogadora {paraguaya} assinou um mau jogo/partido em A {Seu}: 5 pontos e 1/10 em tiros/lançamentos de campo. - @{NPhoto}/{FEB}

ÁREA 11 deportes@extremadura.elperiodico.com LA SEU D’URGELL
17/03/2019

As defesas acabaram marcando a diferença no encontro entre duas equipas que se caraterizam por seu {electrizante} jogo ofensivo. {Cadí} a {Seu} e Nissan Al-Qázeres protagonizaram uns primeiros 24 minutos de igualdade, mas as catalãs, com uma defesa asfixiante, acabaram decantando o jogo/partido a seu favor já no fim do terceiro quarto. O marcador final foi de 77-56 e deixa ao conjunto/clube de Ángel Fernández praticamente sem margem de erro na luta por entrar nas eliminatórias pelo título.

Não ia a resultar fácil para Nissan Al-Qázeres derrotar a um {Cadí} A {Seu} que quer assegurar-se a vantagem de campo para os {playoffs} e que com certeza ia a sair a por todas. As extremenhas também não estavam dispostas a sacrifícar sua forma de jogo e desde o início o encontro entre ambas esquadras não defraudou a ninguém. Velocidade e um basquetebol ofendido que fazia as delícias do público marcaram o choque desde o início. A igualdade era absoluta e as alternâncias no luminoso se aconteceram até ao minuto 6 (13-14). Mas nessa altura, cinco pontos consecutivos de {Bahí} para as catalãs abria a primeira brecha respeitada no luminoso (18-14, minuto 7). A rendimento local chegou a alcançar os 6 pontos à falta de dois minutos para o final do primeiro quarto (22-16), embora um tripla final de {Ocete} deixava claro que o Al-Qázeres não ia a descer os braços (23-19).

No início do segundo quarto {Hodges} conseguia igualar de novo o marcador (25-25), e o toma e {daca} voltava à pista (29-30, minuto 16). Mas na reta final do quarto {Cadí} A {Seu} apertou os dentes em defesa e após forçar dois perdidas de bola de seu rival se punha de novo pela frente/por diante, forçando o tempo morto das extremenhas (32-30, a 2´11 para o descanso/intervalo). Mas não puderam evitar as extremenhas que as locais se fossem até os cinco pontos (37-32, minuto 19), Nissan Al-Qázeres só/sozinho conseguia anotar desde a linha de tiros/lançamentos livres, mas isso não {basto} para reduzir a vantagem do conjunto/clube catalão, que ia no descanso com 39-34.

DESCOLE LOCAL / Aguentou o tipo Nissan Al-Qázeres durante os primeiros {compases} do terceiro quarto, nos que voltaram a igualdade e o intercâmbio de canastras, embora agora esta situação favorecia a um {Cadí} a {Seu} que conseguia assim manter seu rendimento (45-41 a 6,31 do final do quarto). Mas a defesa local voltava a gerar problemas às extremenhas, que a partir de aí encaixavam um parcial de 9-2 que acendia as alarmes e obrigava ao treinador visitante a parar de novo o jogo/partido (54-43, minuto 26). À volta, as visitantes conseguiam pelo menos travar a escapada de seu rival, embora elas mesmas só/sozinho conseguiam anotar desde a linha de tiros/lançamentos livres, o que lhes impedia recortar diferenças e deixava o marcador em 58-46 no fim do terceiro quarto.

Seguiam/continuavam as cacerenhas tendo muitos problemas para sacudir-se a pressão defensiva das locais no início do quarto decisivo e as catalãs, aos poucos, iam de até 14 pontos em pouco/bocado mas de um minuto e meio (62-48). Tentava replicar a equipa visitante apertando os dentes em defesa e o encontro entrava numa fase de total seca {anotadora} que durou até três minutos. A quebrava Díaz, com um tripla, quando se alcançava o equador do quarto e {Bahí}, logo a seguir, elevava a rendimento local até os 20 pontos (68-48).

O jogo/partido estava já visto para sentença e ainda que as extremenhas tentaram por todos os meios maquilhar o resultado final, {Cadí} a {Seu} não deu opção alguma a seu oponente (77-56).

{CADÍ} A {SEU} 77

AO-{QÁZERES} 56

3Marcador por quartos: 23-19, 39-34 (descanso/intervalo), 58-46 e 77-56 (final).

3Árbitros: {Vázquez} García e Cervantes. Sem eliminadas.

3Pabellón: Municipal d’{Esports}.

3Espectadores: 300.

3Cadí A {Seu}: {Mehryn} {Kraker} (7), {Yurena} Díaz (13), {Andrea} {Vilaró} (7), {Georgina} {Bahí} (15), {Merritt} {Hempe} (19) -cinco inicial- {Zuzanna} {Sklepowicz} (0), Ana María Palma (3), {Irati} {Etxarri} (2), {Ariadna} Pujol (0), Maria {Aijanen} (0), {Shereesha} {Richards} (11)

3Nissan Ao-{Qazeres} Extremadura: {Gaby} {Ocete} (14), {Paola} Ferrari (5), {Roneeka} {Hodges} (9), {Miriam} {Forasté} (13), {Akela} {Maize} (11) -cinco inicial- Carla Nascimento (0), Elena Corrales (2), Silvia Romero (2).