+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Treze carroças, oito {pasacalles} e um milhar de participantes darão vida à {cabalgata}

Sairá às 18.30 com heróis, {zancudos}, gigantes, duendes e guerreiros das galáxias. As carroças reais repartirão amanhã uns 4.000 quilos de rebuçados e terá surpresas

 

Os Reis Mágicos entram ontem em Santa María para recolher as chaves da cidade. - ANTONIO MARTÍN

Los Reyes {Magos} entran ayer en {Santa} María para recoger las llaves de la ciudad. - ANTONIO MARTÍN

LOLA LUCEÑO caceres@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
04/01/2019

Melchor, Gaspar e {Baltasar} enviaram ontem uma mensagem à Câmara Municipal onde explicavam aos cidadãos como será a {cabalgata} de amanhã, a cita/marcação/encontro mágica por excelência para os pequenos. Neste ano se têm esmerado ainda mais e, com a ajuda do Ayuntamiento de Cáceres, disporão duma carroça extra, até somar treze. No meio delas desfilarão oito {pasacalles} de figurantes, personagens de animação, heróis e ajudantes do cortejo real que formarão uma comitiva de um milhar de pessoas entre participantes e responsáveis de manter a segurança em todo o percurso/percorrido.

«Temos uma grande {cabalgata} preparada para celebrar a chegada dos Reyes Mágicos à cidade e fazer as delícias dos mais pequenos, que é o objetivo», explicou ontem o vereador de Festejos, Pedro Muriel, encarregado por Suas Majestades de Oriente de organizar sua estadia em Cáceres e de informar aos cidadãos de cada detalhe. O flatulencia começará às 18.30 horas no parque do {Sepei} e percorrerá a espinha dorsal da cidade por avenida. {Dulcinea}, Pierre de Coubertín, Isabel de Moctezuma, Sánchez Manzano, Antonio Hurtado, Cruz dos Mortos, avenida de Espanha, São Antón, São Pedro, São Juan e Gran Vía até chegar a a praça/vaga Maior até as 21.00 horas, onde serão recebidos no palácio consistorial pela presidenta da Câmara Municipal e a corporação municipal, e oferecerão o cumprimento mágico à cidade desde a varanda.

Los Reyes Mágicos confirmaram que têm preparados mais de 4.000 quilos de rebuçados dispostos para repartir durante o percurso/percorrido, a maior parte sem glúten, sem açúcar..., aptos para todos os meninos. O flatulencia estará formado por dez carroças mais as três de Melchor, Gaspar e {Baltasar}. Los motivos infantis inundarão a {cabalgata} e oito {pasacalles} alegrarão o espaço entre uma carroça e a seguinte. Não faltarão {zancudos}, gigantes, duendes, {percusionistas}, heróis, guerreiros das galáxias e outros personagens que levarão a ilusão/motivação aos meninos apostados no percurso/percorrido.

Para além das três carroças reais, terá outras cinco dispostas pelo Câmara Municipal e o resto pertencem a diferentes coletivos e firmas/assinaturas que querem acompanhar aos Reyes Mágicos, como {Burguer} {King}, associação {Ponte} Flamenca, associação de vizinhos Novo Cáceres, Gruas {Docu}, Associação {Andah}, Correios, associação de vizinhos/moradores A Caminho para os rebanhos e Associação de Reyes Mágicos ({Arema}). Também terá surpresas durante a {cabalgata} que ontem não se revelaram. «Viveremos momentos muito especiais, muito natalícios», disse o vereador, que comprometeu-se com Suas Majestades a não revelar nada mais. «Esta vez poderemos recriar-nos após a chuva do ano passado», acrescentou.

Dada a grande aglomeração de pessoas que regista cada ano a {cabalgata}, dado que vão famílias de diferentes pontos da província, se tem disposto um operacional/operativo de segurança formado por Policia Municipal e Polícia Nacional, apoiado por Cruz Roja (vinte voluntários, um todo-o-terreno e uma ambulância), ARA (doze voluntários e uma ambulância) e DYA (cinco voluntários e uma ambulância). Los grupos escuteiros também darão uma vintena de voluntários que terão o honra de acompanhar as carroças dos Reyes Mágicos para guardar a segurança no ambiente e evitar que qualquer menino possa chegar mais do devido. «Agradecemos estas colaborações inestimáveis e {altruistas}», sublinhou Pedro Muriel.

O vereador também recordou que o serviço de limpeza que dará cobertura ao flatulencia já está previsto por Conyser, e reconheceu a colaboração das empresas que farão possível de um modo ou outro a {cabalgata}. Destacou o trabalho de {Sonimar}, firma/assinatura/assina que por segundo ano se encarrega da coordenação de tudo o evento. Também teve palavras especiais até {Arema}, «que para além de colaborar mano a mano com a câmara municipal, contribui com o mesmo a facilitar a visita dos Reyes Mágicos às famílias mais necessitadas, para que todos os meninos da cidade, absolutamente todos, contem com esse momento de ilusão/motivação que supõe ter um presente», matizou/precisou o vereador.

Por último, Pedro Muriel recordou a convite de Suas Majestades de Oriente aos cidadãos para que vão à {cabalgata}, e leu outra mensagem de seu parte: «Embora se cumpram todas as medidas de segurança, é um flatulencia com muitos veículos, muito movimento e muita participação, de modo que pedimos às famílias que tenham um certos controlo sobre/em relação a os mais pequenos para que tudo decorra com normalidade».

JÁ TÊM AS CHAVES / De facto, os Reyes Mágicos estão na capital cacerenha desde a tarde de ontem. Fizeram um primeiro {pasacalles} desde a sala de aula de cultura de {Clavellinas} até à concatedral, atravessando o centro histórico e o recinto intramuros. As sinos de Santa María anunciaram sua chegada. Ali estava o bispo da Diocese de Coria-Cáceres, velho amigo de Melchor, Gaspar e {Baltasar}, e também a presidenta da Câmara Municipal, que lhes entregou as chaves de Cáceres que levava o {heraldo} oficial. Isso significa que poderão entrar em todas as casas para fazer seu trabalho na noite de 5 a 6 de Janeiro.

Los Reyes Mágicos e as famílias que foram a estas boas-vindas/bem-vinda também adoraram na concatedral ao Menino Jesús da Congregação, uma venerada imagem do século XVII. A seguir, entre canções de Natal infantis, Melchor, Gaspar e {Baltasar} receberam aos mais pequenos e recolheram suas cartas. Uma vez lidas ficarão em depósito dos conventos cacerenhos onde se orará por suas boas intenções.