+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O novo hospital terá uma cafetaria baixo/sob/debaixo de tenda antes do mês de Novembro

A gerirá a empresa adjudicatária do serviço e se localiza junto ao hospital de dia. A obra para construir uma no complexo ainda não tem a licença municipal

 

Uma imagem do montagem da tenda na qual se instalará uma cafetaria provisória no hospital. - FRANCIS VILLEGAS

SIRA RUMBO caceres@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
11/10/2019

El novo hospital terá uma cafetaria provisória baixo/sob/debaixo de tenda antes do mês de Novembro. El montagem se levou a cabo nesta semana e permitirá albergar em seu interior, para além de um espaço com mesas e cadeiras para que os usuários possam comer, uma cozinha onde elaborar os menus. Sua instalação era uma das exigências que fez o Servicio Extremeño de Salud (SES) à empresa adjudicatária da cafetaria, Serviços hoteleiros 13, perante as queixas recebidas pelos usuários, que para comer um prato quente necessitam agora pegar/apanhar o carro pois o mais próximo é o campus.

Como a do novo complexo ainda não está construída, para oferecer comida/almoço aos usuários e familiares de pacientes a empresa instalou uma cafetaria provisória com mesas e cadeiras na planta semicave. Por outro lado neste espaço não se podia cozinhar pelo que a comida/almoço se transportava desde o São Pedro de Alcántara. A maioria dos menus eram pratos frios ou sandes. Se servem além disso cafés e pequenos-almoços. A tenda permitirá que a comida/almoço possa elaborar-se no mesmo espaço mas só/sozinho tem autorização para estar no máximo seis meses.

Como informasse este diário/jornal, a obra ainda não conta com a licença municipal, que a está tramitando. Não é que se tenha atrasado em conceder a autorização, mas não recebeu o projeto até finais do passado mês de setembro pelo que os técnicos não tinham podido analisarlo até então. Uma vez que este se outorgue poderá começar a obra, que conta com um prazo de execução de cinco meses (este começará a contar quando se conceda a licença municipal), pelo que não estará lista antes do mês de Março.

A empresa que se encarregará de geri-la é veterana na hotelaria. É a responsável da cafetaria do São Pedro de Alcántara e de outros dois restaurantes na capital cacerenha. A do novo hospital terá um ar moderno, muito diferente à imagem das cafetarias do Nossa Senhora da Montanha e do São Pedro de Alcántara.

Contará com mesas altas e baixas e com lotação para umas 200 pessoas. Como novidade disporá de zona {wifi} e duma biblioteca para que os familiares possam ler livros, revistas ou jornais. Oferecerá menus diários/jornais com três ou quatro pratos a escolher, para além de sandes e pratos combinados a preços populares.