+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O acusado/arguido de 13 incêndios será tribunal/réu/julgado o 3 de Dezembro

 

EFE CÁCERES
23/11/2019

O alegado autor de treze incêndios florestais em diferentes municípios da província de Cáceres entre o 11 de Julho e o 3 de Agosto de 2018, um jovem de 34 anos para o qual a Procuradoria solicita 4 anos e 10 meses de prisão, será tribunal/réu/julgado o próximo 3 de Dezembro na Audiência Provincial. A Câmara Municipal se tem aderido à petição/pedido de responsabilidade penal e civil do Ministério Fiscal. A Procuradoria solicita 12.600 euros em conceito/ponto de responsabilidade civil. O acusado/arguido provocou os incêndios «após ingerir bebidas alcoólicas das que era dependente», segundo o auto do Juzgado de Primera Instancia Número 7. Assim, «em situação de certa embriaguez e provido de um isqueiro e ajudado de {sprays} limpa tabliers», se dirigiu a diferentes {parajes} localizados nos termos municipais de Talaván, Monroy e Cáceres para originar os incêndios. O primeiro o provocou o 11 de Julho de 2018, em Monroy, que afetou a um hectare de matagal e monte baixo/sob/debaixo de. O 13 de Julho chegou a provocar até quatro incêndios na capital cacerenha. Também se lhe acusa de outro fogo nos Planos de Cáceres, de outro na Serra da Mosca e de um último junto à faculdade de Veterinária.