+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

1.153 soldados dizem adeus ao {Cefot}

Estiveram quatro meses e meio na base e agora se irão a seus destinos: Irak, {Mali}, Afeganistão ou Líbano. O 11 de Novembro chegarão outros 1.500

 

Despedida 8 Os soldados lançam seus bonés ao ar como símbolo de que tem finalizado a sua formação. - ANTONIO MARTÍN

SIRA RUMBO
25/10/2019

1.153 soldados se despediram ontem do Centro de Formação de Tropa Número 1 ({Cefot}) após finalizar sua etapa de formação. Na verdade começaram o ciclo 1.370 (20 deles repetentes) mas 217 não o têm terminado. Ontem se levou a cabo o ato de encerramento/encerra no qual se entregaram os certificados a todos os soldados e se concedeu um diploma ao melhor processo: Fernando Sánchez Jiménez.

A formação dura quatro meses e meio e nela aprendem noções gerais do mundo militar e outras mais específicas como o manejo de armas ou as relacionadas com infantaria ligeira, infantaria mecanizada e cavalaria, as especialidades que se oferecem no {Cefot}.

«Já sois soldados aos que vai-se a exigir muito em vossos destinos como Afeganistão, Líbano, {Mali} ou Irak, mas na melhor profissão do mundo», lhes disse o coronel chefe do {Cefot}, Francisco de Asís Ramírez. Fez referência à escassez de meios: «No exército se priorizam as unidades, por isso nunca vamos a ter a disponibilidade de meios que nos gostaria ter mas isso não retira que com a ilusão/motivação e o interesse/juro que põem os professores o objetivo se consiga». Embora esclareceu que, por enquanto, as instalações são suficientes para os alunos que recebem.

O 11 de Novembro voltará a encher-se o {Cefot} com um novo ciclo de 1.445 alunos aos que se somarão os que repetirão, com o que se superará os 1.500.