+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Ultradesafio de 24 horas

Eram mais das dez da manhã de ontem quando chegou à objetivo/meta em Bótoa o último corredor

 

De madrugada 8 Três suboficiais, a sua chegada. - &{lt};{br}/&{gt};

21 quilómetros 8 Vencedores do meio maratona. - &{lt};{br}/&{gt};

A. M. ROMASANTA
08/04/2019

Pasaban as dez da manhã de domingo, se tinham cumprido 24 horas, 5 minutos e 51 segundos desde que no sábado partiram da Alcazaba de Badajoz os participantes na Ultraibérica de 123 e 80 quilómetros de {marchadores} e entrava na objetivo/meta da base militar de Bótoa o último corredor. Uns quantos se tinham ficado pelo caminho. O primeiro em fazer tudo o percurso/percorrido de 123 quilómetros foi o tenente de Transmissões Antonio Tejeda Velarde. O conseguiu em 11 horas, 25 minutos e 55 segundos. O segundo fê-lo mais de duas horas depois. Pela primeira vez o Desafio São Fernando, que organiza a Brigada Extremadura XI, incluía estas modalidades para {marchadores} e ciclistas e, segundo a organização, o resultado foi satisfatório. Apenas se registaram percalços, apesar do mau tempo. Somente um ciclista sofreu um acidente quando levava 5 quilómetros, por um despiste. Se quebrou o {escafoide} da mão direita e sofreu uma pequena fissura na anca. O próprio Exército o evacuou com seus meios a Salamanca, donde procedia.

Ontem celebraram-se na base militar o resto das provas. A Corrida/curso de Obstáculos para Meninos foi a mais entretida, com 250 inscritos. Nas instalações militares se desenvolveu uma corrida/curso ciclista de 40 quilómetros, que ganhou Manuel Llano com um tempo de 1:29:37. Os corredores vencedores do meio maratona foram Antonio Trigo Rosa (1:24:11) e Ana Belén Hermosa González (1:40:55). Participaram 167 atletas. Enquanto ganharam a corrida/curso de 10 quilómetros {Ezra} Mura {Pumares} (00:38:25) e Gema Cume Vegas (00:49:39), entre 338 corredores.