+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Operação contra as drogas em Canto de Caia e {Picuriña}

A intervenção foi contra o cultivo e o trânsito de substâncias estupefacientes. Várias pessoas foram detidas em diferentes buscas domiciliárias

 

A. M. R.
11/01/2019

Várias pessoas foram detidas ontem de manhã no decurso duma operação contra o cultivo e o tráfico de drogas em Badajoz, levada a cabo de maneira combina e coordenada por agentes do Corpo Nacional de Polícia e da Guardia Civil. O processo policial por delitos contra a saúde pública se desenvolveu em dois pontos muito afastados entre sim: no bairro de A {Picuriña} e na condomínio {Ríncón} de Caia, segundo a informação obtida por este diário/jornal. No caso de A {Picuriña}, a atividade delituosa era «{clamorosa}», segundo expressaram testemunhas.

A operação consistiu em buscas domiciliárias como resultado da investigação que de maneira coordenada têm desenvolvido ambos corpos nos últimos meses. As rusgas organizadas nestes dois ambientes, que faziam parte do mesmo dispositivo, se iniciaram sobre/em relação a as onze da manhã e concluíram até as 13.00 horas. Nem a Polícia Nacional nem a Guardia Civil quiseram concretizar dados sobre/em relação a esta atuação, que ontem à tarde não estava ainda fechada e remeteram à informação que possam oferecer hoje. A operação estava circunscrita a Badajoz.

O processo de ontem se produziu quase um mês depois da operação Celeiro, que desenvolveu a Polícia Nacional no bairro de Cerro de Reyes no passado 14 de Dezembro. Foram detidas 23 pessoas por tráfico de drogas, posse ilícita de armas, branqueamento de capitais e organização criminoso/criminal. Naquela ocasião, participaram a Brigada Provincial de Polícia Judicial e a Unidade de Prevenção e Reação ({UPR}) de Badajoz, com o apoio da Unidade de Intervención Policial procedente de Vigo e A Corunha e agentes de Andaluzia. Um helicóptero sobrevoando a cidade alertou a muitos vizinhos/moradores de que algo estava acontecendo.