+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A obra da escola de Cerro Gordo se inicia com quase 3 meses de atraso

Se tivesse mudança de planos, se faria no próximo processo de escolaridade. Educação reconhece que existe menos margem, mas confia em manter os prazos

 

Uma máquina, na parcela onde se construirá a escola, ontem. - S. GARCÍA

B. C.
08/05/2019

Con quase três meses de atraso sobre/em relação a a data prevista inicialmente se iniciaram as obras para construir a escola de Cerro Gordo. Os máquinas já estão a trabalhar na parcela onde se levantará o prédio, na qual se podem apreciar os primeiros movimentos de terra.

Apesar da demora, a Conselheria de Educação mantém como prazo de abertura deste centro educativo o curso 2020-2021, embora reconhece que agora existem umas margens de manobra para a terminação das obras e o equipamento das instalações «mais estreitos». Em qualquer caso, em função de como se vão desenvolvendo os trabalhos e se se produzem novas incidências, se tivesse mudança de planos em relação à data de abertura, a decisão que corresponda se tomará no processo de escolaridade do próximo ano, segundo apontaram fontes da conselheria.

A construção da escola se adjudicou à {UTE} integrada por {Sehuca} {Sl} e {Conedavi} por 4.478.976 euros. A previsão era que a obra, com um prazo de execução de 18 meses, {comenzara} em meados de Fevereiro, mas se atrasou pelos trâmites no adubo/prestação/pagamento da taxa de gestão de resíduos (a Junta o atribuiu a um desacordo entre a adjudicatária e a Câmara Municipal e este último a um erro de cálculo de Educação quanto ao montante da mesma). Nestes meses, os vizinhos/moradores de Cerro Gordo não deixaram de urgir que se iniciassem os trabalhos, perante o temor de que o centro não possa estar funcionando no curso 2020-2021.