+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

CSIF insta a acelerar a promoção dos monitores da {FMD}

Pede que se cumpra o acordo/compromisso de mudá-los ao grupo {C1}

 

EFE BADAJOZ
25/10/2019

O sindicato CSIF tem instado à Câmara Municipal de Badajoz a acelerar o processo de promoção dos monitores da Fundação Municipal de Desportos ({FMD}) do grupo profissional {C2} ao {C1}, trâmites ao que comprometeu-se a câmara municipal para o novo curso e que não se tem efetuado.

O responsável de CSIF na Câmara Municipal, David de la Montaña, defendeu que passar ao grupo {C1} é «fundamental», pois com isso se regularizaria a situação destes empregados –35 ao todo– após a lei autonómica de 2015 que regula as profissões do desporto. No entanto, o processo ficou «paralisado» por enquanto no trâmites de publicação das listas provisórias dos beneficiários.

Segundo o transmitido pela Administração local, «se estão revendo todas os pedidos para que depois não existam muitas {subsanaciones}», mas o processo, segundo lamentou Da Montaña, «se eterniza» depois de/após «três cursos de espera», disse.

O novo prazo de exame fixado pelo Câmara Municipal é finais deste mês, para o que «já não há tempo material, pois faz falta primeiro ter decididos a lista provisória, o processo de alegações e a lista definitiva». Perante estas circunstâncias o exame será «no mínimo em meados de Novembro», estimou.

Esta promoção interna é necessária para adaptar os postos dos monitores da {FMD} à Lei de 2015 pela que se ordena o exercício das profissões do desporto na Extremadura. Segundo CSIF, agora «se dá o paradoxo» de que aqueles que entram desde há três anos através da bolsa de emprego dispõem do grupo {C1}, enquanto os monitores, alguns com mais de 15 anos de trabalho, seguem/continuam ainda no {C2}.