+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Maiores/ancianidade voluntários ajudarão a alunos do Antonio Machado a chegar seguros

Contribuirão a que se respeitem as grades de segurança para o trânsito

 

Maiores/ancianidade e voluntários recebem classes formativas da policia municipal. - {EP}

REDACCIÓN ALMENDRALEJO
15/04/2019

Vários pais da {Ampa} do Antonio Machado lutam desde há anos para garantir que seus filhos vão seguros ao colégio, sobretudo sem obstáculos relacionados com o trânsito que ponham em perigo sua integridade física.

De facto, um desses problemas existe desde Março do ano passado quando começou a pôr-se uma grade/cerca de segurança que curta a rua São Blas à altura de Vicente Aleixandre para que os meninos caminhem sem carros até ao colégio. Mas acontece que muitos pais a retiram, tanto/golo às nove da manhã como às duas da tarde, para levar a seus filhos em seus veículos quase até à porta da escola e recolhê-los, o qual provoca que essa rua, que é estreita, acabe cheia de automóveis e com pouco/bocado espaço para o passo de escolares.

Como solução, a {ampa} se tem posto em contacto com o lar de maiores/ancianidade e, graças a um programa da Dirección General de Tráfico, os seus sócios estão sendo formados por agentes da policia municipal para que exerçam de guardas nas zonas nas que se cortam as ruas, tanto/golo na intersecção de São Blas como Aleixandre e praça/vaga de Doadoras. Irão provistos de peitos/peitilhos e elementos de segurança.

Ontem receberam a primeira conversa informativa, embora a ideia é que comecem após a Páscoa, depois de/após receber/acolher luz verde da delegação de Trânsito. De sair bem, poderia ser {replicada} noutros centros escolares.