+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Dois corações ingleses chegam a objetivo/meta

{Nicky} {Church} e Steve Parry foram recebidos em grande a sua chegada a Almendralejo por membros da associação num momento único repleto de emoções H Seu grande gesto tem comovido a outros coletivos do país que lutam contra o {párkinson}

 

Chegada 8 Steve e {Nicky} levantam as mãos no momento de alcançar a sede de {Afenpal} em Almendralejo. - R.C.

Receção 8 Cartazes de boas-vindas/bem-vinda em inglês para a casal/par britânico que não pôde reprimir as lágrimas de emoção às portas da sede. - R.C.

RODRIGO CABEZAS
08/04/2019

Faz mês e meio, nestas mesmas páginas, {contábamos} como quase mortos do céu dois anjos de corações ingleses, {Nicky} {Church} e Steve Parry, tinham decidido ajudar de modo {altruista} à Associação de Familiares e Doentes de {Párkinson} de Almendralejo ({Afenpal}) para que possa contar com mais recursos num futuro. Sua história é um exemplo quase inaudito de solidariedade. Para ajudá-la, têm concebido desde {Bornemouth}, sua localidade natal, tudo um sem-fim de atividades nas que têm envolvido a toda sua cidade para que colaborassem. Mas ficava o melhor: ir em bicicleta desde seu ponto de origem até Almendralejo e percorrer os 2.400 quilómetros que as separa para estar a capital de Terra de Lamas coincidindo com a celebração da semana dedicada a sensibilizar sobre/em relação a esta doença. E durante tudo esse tempo, têm recolhido fundos pelas cidades que passavam.

{Nicky} e Steve já estão em Almendralejo. Na quarta-feira passada chegaram e, diretamente, se dirigiram à sede de {Afenpal} onde receberam um emotivo receção entre lágrimas, abraços e um shaker de emoções que refletem a pura sensibilidade do ser humano.

«É incrível como se capotaram. São duas pessoas extraordinárias», murmurava entre lágrimas María Zamora, secretária de {Afenpal} e a jovem que conheceu pela primeira vez a este casal britânico quando se hospedou faz muito tempo na sua casa sendo ainda estudante.

90 dias em bicicleta

Foram vinte minutos duma emoção quase indescritível. {Nicky} e Steve apareceram com os braços em alto depois de/após mês e meio de etapas de entre 60 e 90 quilómetros em bicicleta. Com vento, chuva, temperaturas baixo/sob/debaixo de zero, com mesas fazendo de camas, mas com a vontade inquebrável de fazer algo pelos demais.

«Cada {pedaleo} que fizemos foi pensando em vocês. E a verdade, foi tudo um prazer. Cada vez que a rota se nos fazia mais complicada viamos vossas fotos e isso nos dava força. O que fizemos nós não tem nem comparação com o que {hacéis} vocês diariamente», dizia Steve na porta de {Afenpal}, dirigindo-se a todos aqueles familiares e doentes que hoje, pelo menos em Almendralejo, é mais visível ainda mais graças a estes dois corações {venidos} de Inglaterra.

Durante esse longo/comprido trajeto de 2.400 quilómetros, Steve e {Nicky} têm atravessado várias países e uma vintena de cidades. Sua história foi tão comovente que outras associações de parkinson de Espanha se capotaram com eles e, após passar por suas cidades, contactaram para ajudas também. «Está previsto que o presidente de {Párkinson} A Rioja e toda sua família vá nesta semana a Almendralejo para dar-lhes uma surpresa pessoalmente a Steve e {Nicky}. Também os de {Palencia} nos estão pedindo informação cada dia», declara María Zamora, comovida com a situação.

Semana especial

Estes dois ingleses que já se têm ganho o carinho de tudo Almendralejo passarão duas semanas na capital de Terra de Lamas antes de regressar a seu país, a seu casa. Estarão aqui numa data especial, já que {Afenpal} celebra a semana do {párkinson} desde hoje e até ao domingo.

Assim, participarão em oficinas de memória e música, de ginástica, conferências sobre/em relação a {musicoterapia}, alimentação ou nutrição, uma mesa informativa no hospital de Terra de Lamas ou a segunda Gala Solidária a favor do {Párkinson} que se celebrará no sábado 13 no teatro Carolina Coronado.

A história de Steve e {Nicky} merecia ser contada com feliz final. Porque as lições de vida não chegam sempre de personagens famosos, mas também de corações anónimos.