+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Afibroal transfere suas atividades a sua nova sede na avenida São Antonio

Cuenta com meio centena de sócios que fazem terapias de segunda-feira a quinta-feira

 

Integrantes e amigos da associação pousam com o presidente da Câmara Municipal no grande sala central da nova sede de Afibroal. - R.C.

RODRIGO CABEZAS prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
11/01/2019

A Associação de {Fibromialgia} e Fatiga Crónica de Almendralejo (Afibroal) muda de sede e transfere suas atividades e terapias ao número 50 da avenida de São Antonio. Ontem foi a inauguração das novas instalações com a presença do presidente da Câmara Municipal José García Lobato, vários vereadores, e a maioria dos associados e amigos da entidade. {Petri} {Álvarez}, seu presidenta, justificou a mudança porque tinham a necessidade de contar com um espaço mais largo e acessível que o que ocupavam na rua {Monsalud}.

A nova sede de Afibroal conta com uma sala grande nada mais entrar e tem vários gabinetes. Um deles se utilizará para fazer as terapias grupais que realizam de segunda-feira a quinta-feira, entre as 18.30 e as oito da tarde. Outro gabinete se usará para os tratamentos de fisioterapia. Terá também um escritório para administração, para além de um armazém e uma pequena cozinha.

Afibroal se fundou faz 12 anos e hoje tem 50 associados. Seu presidenta reconhece que em Almendralejo há muita mais pessoas diagnosticadas com esta doença, «mas o primeiro passo para entrar numa associação sempre é difícil e relutante», explicou.

{Petri} {Álvarez} assegurou além disso que «as terapias que fazemos aqui são muito importantes porque ajudam a levar de melhor maneira a doença no dia-a-dia». As terapias de grupo também servem aos doentes para conhecer as limitações dos demais.

A {fibromialgia} pode afetar a qualquer pessoa, embora há uma percentagem mais alto de mulheres que passam dos 35 anos.