Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 24 de novembro de 2017

A Sala Ovino impulsionará a nova cozinha de promoção do cordeiro

A organização se propõe conquistar novos consumidores com tapas novas. Se {subastarán} 500 animais de reza {merina} e ovinos precoces

R. H. prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com BADAJOZ
01/09/2017

 

A Instituição Da feira Sala do Ovino celebrará de 6 a 8 de setembro seu 32ª edição geral. Este evento, que pode presumir de ser o único certame monográfico dedicado exclusivamente ao ovino, converterá um ano mais a Castuera e a La Serena no foco de interesse/juro regional dum dos sectores mais relevantes da Extremadura e que desde há três edições vai-se a adaptando aos novos tempos.

Assim o explicou Francisco Farrona, deputado provincial do Área de Desenvolvimento Sustentável da Assembleia provincial Provincial de Badajoz, ao manifestar que «o Sala continua a trabalhar para manter as tradições do cordeiro {merino}, tanto/golo por sua carne e {lana} como pela economia que gera. E também segue/continua adaptando-se aos novos tempos, as novas tecnologias e necessidades do consumidor».

A assembleia provincial participa com 40 cordeiras e dois machos que serão leiloados para estender a alta seleção do {merino} criado na {Cocosa} aos pecuários da província. Ao todo, se {subastarán} 500 animais de raça {merina} e ovinos precoces, se elaborarão umas 6.000 tapas e se espera a assistência de 10.000 visitantes.

Francisco Martos, presidente da Câmara Municipal de Castuera e presidente do Sala, confirmou esta evolução que levou até Badajoz uma parte do certame com a preparação ao vivo de novas tapas e pratos elaborados a base de cordeiro.

«Queremos chamar à atenção de maneira sensata e agradável dadas as dificuldades do sector, pois apesar de que {producimos} bem e muito, o consumo de cordeiro desce por seu alto preço e cozinha muito tradicional e pouco/bocado inovadora», considerou.

Por este motivo e desde há três edições, o Sala Ovina apresenta novidades para dar uma volta significativo a esta problemática através de novas apresentações, cortes e cozinha. Neste sentido, se inova com a elaboração de nove tapas e inovadoras, como {hot} {dogs}, hamburgueres, {nuggets}, espetadas e inclusivamente gelados.

ESCOLA DE COZINHA / Destaca Martos que para isso se conta com uma escola de cozinha, Castuera identidade, para a criação destes pratos com o objetivo de chegar ao público mais jovem e adaptar-se aos novos consumidores.

Além disso, o dia 6 terá lugar a inauguração da Escola de Pastores da Extremadura a cargo do presidente da Assembleia provincial e a conselheira de Agricultura.

Algumas atividades programadas em dito centralismo já se estão executando, como um programa para levar aos colégios o mundo do ovino, a campanha Come cordeiro o ano inteiro, a escola de cães pastores, o curso de pastor de ganadaria extensa ou as jornadas de adaptação da raça {merina} à nova orientação do Programa Nacional de Conservação, Melhoria e Fomento.

O diretor do Sala, César Cabanillas, avançou que no programa destacam os concursos monográficos, o de {calderetas} Caldeiro de Ouro {Corderex}, a XXIII degustação concurso, o leilão de ganho seleto e exposições.

Outras novidades são um afastado protagonizado pelo queijo da Serena e o prémio Francisco Aragón em honra ao que fora presidente da {IGP} {Corderex}.

As notícias mais...